Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo


Fototerapia na Doença de Alzheimer – Como Evitar a Síndrome do Pôr do Sol

Categorias: Conteúdos, Memória / Alzheimer




Fototerapia na Doença de Alzheimer – Como Evitar a Síndrome do Pôr do Sol

Publicado: 26/02/20 | Atualizado: fevereiro 26, 2020

Fototerapia na Doença de Alzheimer – Como Evitar a Síndrome do Pôr do Sol – Os distúrbios do sono são comuns em pessoas com doença de Alzheimer ou alguns tipos demência, resultando em um impacto negativo na saúde do sono da pessoa afetada e no bem-estar dos cuidadores.

Fototerapia na Doença de Alzheimer

Um padrão de tratamento com o uso de ambientes claros para controlar a permanência de alerta e escuro para o sono é o estímulo mais eficaz para arrastar o sistema circadiano para o dia solar.

Esse padrão claro/escuro quando cuidadosamente orquestrado tem sido demonstrado em vários estudos controlados como uma poderosa ferramenta não farmacológica para melhorar a eficiência e a consolidação do sono.

Para saber mais sobre essa proposta para tratar a síndrome do pôr do sol em pacientes com Alzheimer, continue lendo este artigo.

A Síndrome do Pôr do Sol – Fototerapia na Doença de Alzheimer

Cuidadores ou familiares de um paciente de doença de Alzheimer, pode vir a notar grandes mudanças na forma como elas agem no final da tarde ou no início da noite. Os médicos chamam de síndrome do pôr do sol.

A luz fraca parece ser o gatilho. Os sintomas podem piorar à medida que a noite passa e geralmente melhoram pela manhã.

Embora não seja possível curar esse sintoma completamente, existem medidas que ajudam a gerenciar esse momento desafiador do dia, para que o paciente durma melhor e fique menos cansado durante o dia. Informe também o médico da pessoa amada as mudanças observadas.

Sintomas – Fototerapia na Doença de Alzheimer

Fototerapia na Doença de Alzheimer - Evitar a Síndrome do Pôr do Sol

Quando alguém é portador da síndrome do pôr do sol, ela se apresenta:

  • Agitado (chateado ou ansioso);
    • Não descansado;
  • Mais facilmente irritado;
    • Confuso;
  • Desorientado;
    • Exigente.

Eles também podem:

  • Gritar;
    • Andar de um lado para o outro;
  • Ouvir ou ver coisas que não estão lá;
    • Ter mudanças de humor.

Até 1 em cada 5 pessoas com Alzheimer tem síndrome do pôr-do-sol. Mas também pode acontecer com pessoas mais velhas que não têm demência. Fototerapia na Doença de Alzheimer.

Terapia de Luz

A terapia com luz brilhante consiste em exposição regular a uma luz de cinco a 30 vezes mais brilhante que as luzes comuns, o intuito é evitar a sonolência que atinge os pacientes e alguns idosos com o chegar da escuridão da noite. A luz é colocada em uma caixa com uma tela que a difunde. Solicita-se à pessoa que recebe terapia com luz brilhante sente-se em frente à fonte de luz por um período determinado de tempo todos os dias.

Inicialmente, tratar a síndrome do pôr do sol em pacientes com alzheimer não era o foco, porém mais recentemente, a terapia com luz brilhante foi pesquisada e usada como terapia complementar para pessoas com doença de Alzheimer e outras demências relacionadas, pois pode oferecer benefícios semelhantes aos medicamentos, mas não tem potencial para efeitos colaterais negativos ou interações medicamentosas.

Benefícios da Terapia de Luz

Existem vários benefícios possíveis da terapia com luz brilhante na demência. Como:

Ciclos de Sono Aprimorados

Alguns estudos realizaram experimentos com pessoas que utilizavam a terapia de luz, o que mostrou uma extrema eficácia em melhorar o sintoma de sonolência depois do pôr do sol, e auxiliou a normalização do ciclo do sono. Fototerapia na Doença de Alzheimer.

Menos Episódios Sonâmbulos

A terapia com luz brilhante também provou uma diminuição de episódios sonâmbulos por pessoas com demência durante a noite. Esses episódios podem ser uma séria preocupação comportamental, pois pode afetar a segurança da pessoa com demência, bem como os padrões de sono da pessoa e do cuidador.

Cognição Aprimorada

Um estudo demonstrou melhora do funcionamento cognitivo após terapia com luz brilhante, mas apenas para aqueles que estavam nos estágios iniciais da doença de Alzheimer, em oposição aos estágios médio ou posterior.

Depressão e Agitação Menores

Um estudo com 60 idosos com demência mediu os efeitos da terapia com luz brilhante em comparação com a exposição à luz de baixa intensidade. Foi então descoberto que a terapia com luz brilhante estava associada a níveis significativamente reduzidos de depressão e agitação.

Um segundo estudo também descobriu que os sintomas depressivos em pessoas com todos os estágios da demência, incluindo os estágios finais, melhoraram com a exposição à terapia com luz brilhante.

Converse com seu médico
Observe que, se a terapia com luz brilhante parecer algo de que você ou seu ente querido se beneficiaria, discuta-a com seu médico neurologista de confiança, pois há algumas situações em que ela pode não ser medicamente apropriada ou pode até ser prejudicial. Fototerapia na Doença de AlzheimerEvitar a Síndrome do Pôr do Sol.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


Memória / Alzheimer

A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável e progressiva. A maioria das vítimas são pessoas idosas. A doença apresenta sintomas como perda de funções executivas e cognitivas (como a memória), causada pela morte de células cerebrais. O objetivo do tratamento é aliviar os sintomas existentes, retardando a evolução da doença. Os tratamentos indicados são divididos em farmacológicos e os não-farmacológicos.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2019 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 18/05/2020