AVC
Quer saber mais sobre o assunto?


O Acidente Vascular Cerebral (AVC) pode ser definido como o surgimento de um déficit neurológico súbito causado por um problema nos vasos sanguíneos do sistema nervoso central. Classicamente, o AVC é dividido em dois subtipos:

  • AVC Isquêmico: ocorre pela obstrução ou redução brusca do fluxo sanguíneo em uma artéria cerebral causando falta de circulação no seu território vascular;
  • AVC Hemorrágico: é causado pela ruptura espontânea (não traumática) de um vaso, com extravazamento de sangue para o interior do cérebro (hemorragia intrace
rebral), para o sistema ventricular (hemorragia intraventricular) e/ou espaço subaracnóideo (hemorragia subaracnoide).

Acidente Vascular Cerebral (AVC)

Para reduzir o risco e o perigo de um AVC é fundamental conhecer os próprios fatores de risco, tais como pressão alta, diabetes, colesterol alto. Além de ser ativo, praticar atividades físicas  regularmente, seguir uma dieta saudável, rica em frutas e vegetais e com pouco sal, limitar o consumo de álcool, evitar  o hábito de fumar.

Dentre os Principais Fatores de RISCO para o AVC, Destacam-se:

  1. Idade e sexo: ainda que um AVC possa surgir em qualquer idade, inclusive entre crianças e recém-nascidos, sua incidência cresce à medida que avança a idade. Quanto mais velha uma pessoa, maior a chance de ela ter um AVC. Pessoas do sexo masculino e de raça negra exibem maior tendência ao desenvolvimento de AVC;
  2. História de doença vascular prévia: quem já teve um AVC, ou uma “ameaça de derrame”, ou outra doença vascular como o infarto (no coração) e a doença vascular obstrutiva periférica (estreitamento das artérias que alimentam as pernas diminuindo o fluxo de sangue), tem maior probabilidade de ter um AVC;
  3. Doenças do coração: as doenças do coração, especialmente as que produzem arritmias, aumentam o risco de AVC. As arritmias provocam uma corrente sanguínea irregular e facilitam a formação de coágulos sanguíneos dentro do coração, que podem chegar pela circulação nos vasos do cérebro, diminuindo o fluxo sanguíneo e causando um AVC. Alguns exemplos de doenças do coração que aumentam o risco de AVC: infarto, fibrilação atrial, doença nas válvulas, cardiopatia chagásica (Doença de Chagas);
  4. Tabagismo: o hábito de fumar é fortemente relacionado com o risco para AVC. Mesmo o uso de pequeno número de cigarros (ou de cachimbo ou de charuto) associa-se ao risco aumentado. As substâncias químicas presentes na fumaça do cigarro passam dos pulmões para a corrente sanguínea e circulam pelo corpo, afetando todas as células e provocando diversas alterações no sistema circulatório;
  5. Hipertensão arterial: conhecida como “pressão alta”. O termo pressão arterial se refere à pressão nas artérias que levam o sangue do coração para o resto do corpo. A pressão média de uma pessoa saudável é de 120/80 mmHg (“12 por 8”). Quando a pressão está elevada, ela acaba lesionando os vasos sanguíneos do cérebro e pode causar um AVC. O tratamento da hipertensão arterial é muito importante, pois reduz tanto o risco de AVC como de ataques do coração. Mesmo que uma pessoa tenha uma pressão só um pouco elevada é preciso consultar um médico para começar o tratamento adequado;
  6. Diabetes: a doença é causada por uma deficiência do hormônio chamado insulina ou por uma resistência a ele. Esse hormônio é essencial no metabolismo da glicose no corpo. Por isso pessoas com diabetes possuem um excesso de “açúcar no sangue”. O objetivo do tratamento da diabetes é manter o nível de glicose no sangue o mais próximo do normal. Um bom controle da diabetes com dieta adequada e medicamentos torna os problemas circulatórios menos comuns. Pessoas com diabetes devem cuidar atentamente os níveis da pressão arterial;
  7. Sedentarismo: a atividade física confere redução do risco de doença vascular. O sedentarismo leva ao aumento de peso, predispondo à hipertensão, diabetes, níveis inadequados de colesterol no sangue, todos fatores de risco para o AVC. Começar uma atividade física regular, por exemplo, caminhadas três vezes por semana, traz benefícios à saúde;
  8. A dieta e o colesterol: o excesso de gordura no sangue (dislipidemias), especialmente de colesterol, leva à formação de placas nas paredes das artérias. Isto as torna mais estreitas e reduz o fluxo sanguíneo, aumentando as chances da pessoa ter um AVC. Você pode diminuir este risco mudando a sua dieta, principalmente reduzindo o consumo de gordura animal. A obesidade deve ser controlada, principalmente por sua associação com a diabetes;
  9. Álcool e droga: o consumo excessivo de bebidas alcoólicas associa-se ao grande aumento na incidência de AVC. O consumo rotineiro de álcool leva à hipertensão e aos níveis inadequados de colesterol no sangue – fatores de risco já citados. O uso de cocaína ou crack é capaz de gerar lesão arterial e picos hipertensivos, sendo associado ao desenvolvimento de AVC;
  10. Anticoncepcional: o uso de pílulas anticoncepcionais pode favorecer o surgimento de AVC, principalmente em mulheres fumantes, ou com hipertensão arterial, ou com enxaqueca. É muito importante que você consulte o seu médico para que ele avalie a sua condição clínica e oriente da melhor maneira possível.

A maioria das pessoas que sobrevivem a um AVC tem alguma incapacidade pós-AVC.

Embora a reabilitação não recupere os danos cerebrais, ela pode melhorar consideravelmente a capacidade funcional levando a uma melhor qualidade de vida.

AVC Acompanhamento

Pessoas que tiveram um AVC necessitam de acompanhamento, a longo prazo, e monitorização para garantir que elas adotem estratégias preventivas e controle adequado dos fatores de risco, além de terapia dirigida para otimização de suas atividades de vida diária, mobilidade, espasticidade, dor, continência, comunicação, humor e cognição.


Fórum

Os fóruns permitem a realização e visualização de perguntas sobre AVC e outras áreas da neurologia. As respostas e comentários são disponibilizados por médicos e membros da comunidade. acessar fórum

Teste

Nossos testes tem o objetivo de ajudar os pacientes a conhecer melhor as manifestações e sintomas de uma doença. Os testes não possuem valor diagnóstico e não substitui o auxílio de um profissional.
iniciar teste

E-book

O conteúdo do e-book tem o objetivo de fornecer orientações e dicas específicas sobre AVC, com o intuito de auxiliar e facilitar a rotina dos pacientes, promovendo seu bem estar.
download e-book
Home » Conteúdos » AVC

Confira os artigos sobre AVC


O que o Cigarro Pode Causar no Cérebro?
AVC
26 de dezembro de 2023
O que o Cigarro Pode Causar no Cérebro?

Efeitos do Cigarro no Cérebro. O cigarro, fonte de inúmeras complicações à saúde, transcende seus danos físicos e estende seus tentáculos prejudiciais ao órgão mais vital: o cérebro. Além das […]



Segundo AVC – Quem Já Teve AVC Pode ter Outro AVC?
AVC
8 de agosto de 2023
Segundo AVC – Quem Já Teve AVC Pode ter Outro AVC?

Segundo AVC. Estudos comprovam que 1 a cada 3 pessoas que tiveram um AVC terão outro. No entanto, cerca de 80% dos derrames recorrentes podem ser evitados por mudanças saudáveis […]



Pessoas com AVC Voltam ao Normal?
AVC
13 de setembro de 2022
Pessoas com AVC Voltam ao Normal?

Pessoas com AVC Voltam ao Normal? Depois de ter um AVC, pode ser um desafio voltar a um modo de vida normal. Muitas dúvidas podem surgir na sua mente e […]



Relação entre Enxaqueca e AVC
AVC
12 de abril de 2022
Relação entre Enxaqueca e AVC

A enxaqueca não causa acidente vascular cerebral. No entanto, pode haver uma ligação entre os dois. Enxaqueca com aura pode aumentar o risco de acidente vascular cerebral, principalmente em mulheres. […]



Como Acontece a Recuperação do AVC
AVC
28 de dezembro de 2021
Como Acontece a Recuperação do AVC

Recuperação do AVC. O tempo de recuperação após um AVC é diferente para cada pessoa – pode levar semanas, meses ou até anos. Algumas pessoas se recuperam totalmente, mas outras […]



O que é um Mini-AVC?
AVC
31 de agosto de 2021
O que é um Mini-AVC?

Mini-AVC. Em um momento está tudo bem. No minuto seguinte, você percebe que não pode mover o braço e, ao se olhar no espelho, vê que metade do seu rosto […]



Excesso de Peso e AVC: Relação de Risco
AVC
30 de março de 2021
Excesso de Peso e AVC: Relação de Risco

Segundo uma pesquisa publicada online no Neurology®, jornal médico da Academia Americana de Neurologia, excesso de peso e AVC têm íntima relação. Mulheres com excesso de peso ou obesas podem […]



Depressão Aumenta o Risco de AVC e de Morte
AVC
19 de janeiro de 2021
Depressão Aumenta o Risco de AVC e de Morte

Depressão Aumenta o Risco de AVC. A depressão e os seus sintomas aumentam à medida que as pessoas envelhecem e têm sido associados às doenças cardíacas e ao AVC, acidente […]



Disfagia – O que é disfagia?
AVC
26 de outubro de 2020
Disfagia – O que é disfagia?

Disfagia é o nome dado a uma dificuldade de deglutir ou de engolir, que surge em pacientes mais idosos ou que tenham alguma doença neurológica ou oncológica, podendo, também, acometer […]



Aneurismas Cerebrais – O que é Aneurisma Cerebral?
AVC
19 de outubro de 2020
Aneurismas Cerebrais – O que é Aneurisma Cerebral?

O aneurisma é uma fragilidade da parede da artéria que quando se rompe, ocasiona um sangramento. O cérebro é envolto por uma membrana chamada de meninge. O sangramento causado pelo […]




Willian Rezende do Carmo, 2021 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 08/04/2024