Neurologista - Dr. Willian Rezende

Excesso de peso e AVC: Relação de risco


Segundo uma nova pesquisa,  excesso de peso e AVC tem intima relação: Mulheres com excesso de peso ou obesas podem ter um risco aumentado para o tipo mais comum de acidente vascular cerebral, chamado derrame isquêmico, mas uma diminuição do risco de um acidente vascular cerebral mais frequentemente mortal, chamado de acidente vascular cerebral hemorrágico. O estudo foi publicado on-line no Neurology ®, jornal médico da Academia Americana de Neurologia.

O excesso de peso e AVC: Relações não lineares

O AVC é uma das principais causas de morte e de incapacidade em todo o mundo e a quinta principal causa de morte nos Estados Unidos. Verificou-se que o risco de acidente vascular cerebral isquêmico, que está associado com um bloqueio do fluxo sanguíneo para o cérebro e é o subtipo de AVC mais comum, é maior em mulheres com excesso de peso e obesas.

Em contraste, o risco de acidente vascular cerebral hemorrágico, o qual está associado com sangramento no cérebro, é menor em mulheres com sobrepeso e obesidade. Os resultados adicionam força ao crescente corpo de evidências de que diferentes tipos de acidente vascular cerebral têm diferentes perfis de risco.

“No entanto, é preciso destacar que um menor risco de acidente vascular cerebral hemorrágico não significa que as mulheres com sobrepeso e obesas tenham um risco reduzido de acidente vascular cerebral em geral. Um alto  índice de massa corporal, ou IMC, não foi associado à proteção ou risco de redução de acidentes vasculares cerebrais, pois a obesidade é um fator de risco para o AVC substancial em todas as idades e ainda mais alarmante para os jovens adultos”, afirma o neurologista, Willian Rezende do Carmo, CRM-SP 160.140.

Tipos de AVC

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) pode ser definido como o surgimento de um déficit neurológico súbito causado por um problema nos vasos sanguíneos do sistema nervoso central. Classicamente, o AVC é dividido em dois subtipos:

  • AVC Isquêmico: ocorre pela obstrução ou redução brusca do fluxo sanguíneo em uma artéria cerebral causando falta de circulação no seu território vascular; excesso de peso e AVC isquêmico aumentam de forma linear.
  • AVC Hemorrágico: é causado pela ruptura espontânea (não traumática) de um vaso, com extravazamento de sangue para o interior do cérebro (hemorragia intracerebral), para o sistema ventricular (hemorragia intraventricular) e/ou espaço subaracnóideo (hemorragia subaracnoide). O excesso de peso e AVC hemorrágico tem relação inversa

“Para reduzir o risco e o perigo de um AVC é fundamental conhecer os próprios fatores de risco, tais como pressão alta, diabetes, colesterol alto. Além de ser ativo, praticar atividades físicas  regularmente, seguir uma dieta saudável, rica em frutas e vegetais e com pouco sal, limitar o consumo de álcool, evitar  o hábito de fumar”, afirma o neurologista.

A maioria das pessoas que sobrevive a um AVC tem alguma incapacidade pós-AVC. Embora a reabilitação não recupere os danos cerebrais, ela pode melhorar consideravelmente a capacidade funcional levando a uma melhor qualidade de vida. Pessoas que tiveram um AVC necessitam de acompanhamento, a longo prazo, e monitoramento para garantir que elas adotem estratégias preventivas e controle adequado dos fatores de risco, além de terapia dirigida para otimização de suas atividades de vida diária, mobilidade, espasticidade, dor, continência, comunicação, humor e cognição.

 

Excesso de peso e AVC: Relação de risco
5 100% 6
Compartilhe:

Deixe um Comentário