Responsive image

Segundo AVC – Quem Já Teve AVC Pode ter Outro AVC?

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: AVC, Conteúdos

Publicado: 8 de agosto de 2023 | Atualizado: 8 de agosto de 2023

Segundo AVC. Estudos comprovam que 1 a cada 3 pessoas que tiveram um AVC terão outro. No entanto, cerca de 80% dos derrames recorrentes podem ser evitados por mudanças saudáveis ​​no estilo de vida.

Apenas fazendo algumas coisas simples, você pode reduzir muito a chance de um segundo AVC. Continue lendo este artigo para saber mais sobre como prevenir a ocorrência de um novo AVC.

Como o Primeiro AVC Acontece?

Antes de saber porque o acidente vascular cerebral pode acontecer novamente, precisamos saber as causas que fazem o primeiro AVC ocorrer. Ele ocorre quando o fornecimento de sangue em uma parte do cérebro é impedido por uma obstrução ou uma hemorragia.

Teste de risco de AVC
Esse é um teste adaptado que ajuda a estimar o risco anual de se ter um AVC

Quando a circulação sanguínea é interrompida, o cérebro não obtém o oxigênio necessário para manter as células nervosas vivas. E quando as células do cérebro morrem, elas não se recuperam.

O cérebro controla nossos atos, sentimentos, nossas lembranças e ações, o que significa que se algo danificar o cérebro, pode afetar nossas capacidades de acordo com a parte onde ocorreu o AVC e o que essa parte controla.

Sintomas do AVC

Sintomas comuns de um acidente vascular cerebral incluem:

A luta pela recuperação depois do AVC
Conheça a história de um paciente e sua luta pela reabilitação depois do AVC, com dicas para uma melhor jornada de recuperação.
  • Paralisia em um lado do corpo;
  • Esmorecimento e fraqueza em um lado do corpo;
  • Problemas na fala;
  • Perda de visão ou visão turva.

Causas e Fatores de Risco

Existem mais de 100 causas potenciais para um derrame, desde fatores de risco, como pressão alta, até causas menos comuns, como coagulação sanguínea relacionada à gravidez ou lesão de uma artéria devido a um acidente.

As pessoas mais propensas a ter um acidente vascular cerebral são os idosos e as pessoas com problemas de saúde que podem interferir diretamente no bombear do sangue para o cérebro, como pressão arterial alta (hipertensão), fibrilação atrial e diabetes.

Fatores do estilo de vida como dieta, uso do cigarro, bebidas alcoólicas e prática inadequada de atividades físicas podem aumentar as chances de ter um AVC, já que esses fatores podem causar estreitamento, endurecimento e enfraquecimento dos vasos sanguíneos, ou o desenvolvimento de coágulos sanguíneos, fatores de risco graves para o AVC.

1 a cada 4 terão AVC segundo a OMS
Não seja apenas mais uma estatística. Agende sua consulta na Clínica Regenerati

Se a causa for conhecida, podemos adaptar a terapia para tratar a causa raiz. Por exemplo, se o acidente vascular cerebral foi causado pelo acúmulo de placa em uma artéria importante, o paciente pode ser submetido a uma cirurgia para remover a placa e prevenir futuros acidentes vasculares cerebrais.

No entanto, independentemente da causa, um estilo de vida saudável é o mais importante na prevenção de outro derrame.

Leve um Mini-AVC tão a Sério

Se você tiver um AIT (ataque isquêmico transitório), em que os sintomas do AVC desaparecem em 24 horas, o risco de ter um AVC total permanece maior nos próximos 30 dias, principalmente na primeira semana.

Muitas pessoas podem ignorar um mini-AVC porque não houve danos duradouros percebidos, não abordando assim os riscos que levaram ao mini-AVC. Mas isso significa que um paciente pode ter um derrame debilitante em um futuro próximo.

Mesmo que os sintomas do AVC sejam leves e se resolvam naturalmente, o paciente deve procurar atendimento médico imediato e tomar as medidas necessárias para evitar um segundo.

Como Evitar o Segundo AVC

Mesmo depois do primeiro, não é tarde para mudar o seu estilo de vida e melhorar a sua saúde. Esse perigo é muito real, as estatísticas apontam que uma a cada três pessoas que tiveram AVC sofrem desse mal novamente. Isso significa mais ou menos 40% de chance de recorrência.

Procure avaliação após o primeiro AVC: faça uma bateria de exames que encontre a causa para que você possa diminuir as possibilidades de passar por isso novamente.

Se você receber medicamentos prescritos para controlar sua pressão arterial e coagulação sanguínea, procure tomá-los conforme as instruções, isso poderá reduzir pela metade o risco de ter um segundo AVC. A adesão à medicação em geral – seja para controlar a coagulação do sangue, o colesterol ou o diabetes – reduzirá ainda mais o risco.

Praticar exercícios, melhorar sua dieta e parar de fumar ajudarão a reduzir o risco. Essas mudanças de estilo de vida precisam ser abordadas a longo prazo e incorporadas à sua rotina diária como hábitos ao longo da vida.

Família, amigos ou cuidadores também podem desempenhar um papel importante na prevenção. Eles podem fornecer suporte para mudanças no estilo de vida, como ajudar uma pessoa a parar de fumar, fornecer suporte para adesão à medicação e trazer o paciente para consultas médicas, principalmente pacientes idosos que podem ter problemas para lembrar de tomar os medicamentos.

Um membro da família ou cuidador também pode acompanhar a pressão arterial de uma pessoa e ligar para o médico se houver problemas. Além disso, alguém deve estar em casa com você nas semanas após um mini-AVC para ficar atento caso ocorram sinais de um novo AVC. Se assim for, vá para uma sala de emergência imediatamente.

Assista ao vídeo e saiba mais:

Mais informações sobre este assunto na Internet:

Artigo Publicado em: 6 de fevereiro de 2019 e Atualizado em: 08 de agosto de 2023

Compartilhe:


AVC

Popularmente conhecido como AVC, o Acidente Vascular Cerebral pode ser definido como o surgimento de um déficit neurológico súbito, causado por um problema nos vasos sanguíneos do sistema nervoso central. Dividido em dois subtipos, isquêmico e hemorrágico, o AVC pode ser evitado com a prática regular de exercícios físicos, alimentação saudável, abandono dos hábitos de fumar e ingerir álcool frequentemente.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2024 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 10/05/2024