Responsive image

Como Reduzir o Impacto da Pandemia na Memória

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Conteúdos, Memória / Alzheimer

Publicado: 06/07/21 | Atualizado: agosto 4, 2021

Impacto da Pandemia na Memória. Você já percebeu que as pessoas que são muito jovens para se preocupar com a demência relacionada à idade começaram a mencionar sua crescente incapacidade de manter seus pensamentos? O que pode estar acontecendo?

O aumento do esquecimento é sempre alarmante. Mas também precisamos lembrar que não estamos vivendo tempos normais. Na verdade, há um crescente corpo de pesquisas que sugere que meses de alto estresse e isolamento social estão tendo um impacto em nossos cérebros, incluindo na nossa capacidade de lembrar.

Neste artigo, compreenda o Impacto da Pandemia na Memória e conheça algumas estratégias para reduzi-lo.

Teste de auto-percepção de memória
Tire suas dúvidas em relação a sua memória e faça o teste PDQ-5 de auto percepção de memória.

Impacto da Pandemia na Memória

Para esclarecer, é essencial distinguir o “esquecimento de COVID” de “névoa cerebral de COVID“. Ao contrário da névoa cerebral de COVID, um comprometimento cognitivo experimentado por algumas, mas não por todas as pessoas que tiveram COVID-19, o esquecimento de COVID não é causado pela COVID-19, mas sim por circunstâncias relacionadas à pandemia, incluindo estresse elevado e distanciamento social.

Embora ainda não seja conclusivo, pesquisas emergentes sugerem que meses de estresse e isolamento contínuos estão tendo um efeito mensurável em nossos cérebros e, especificamente, em nossa capacidade de lembrar.

Estudos realizados durante a pandemia descobriram que o isolamento social aumenta o declínio da memória. A pesquisa também sugere que, embora o estresse moderado possa impactar positivamente a memória, o estresse crônico contínuo pode ter um impacto negativo na memória.

Eu, minha memória e meus medos...
Conheça a história de uma mãe e filha que enfrentam diversos problemas relacionados a memória. Baixe o e-book e aprenda com elas o que deve ser feito para lidar com o Alzheimer.

Isolamento Social, Estresse e Outros Fatores

Durante a pandemia, tanto o isolamento social quanto o estresse aumentaram. Alguns relatórios recentes sugerem que a combinação já está cobrando seu preço, mesmo entre os mais jovens, que antes se orgulhavam de terem memórias excepcionais. Outros fatores também podem estar em ação.

À medida que a pandemia forçou escolas e locais de trabalho a ficarem on-line durante a noite, a multitarefa da mídia disparou. Há evidências consideráveis ​​de que a multitarefa crônica de mídia tem um impacto negativo na memória. Muitos estudos também descobriram que a pandemia resultou em pelo menos um aumento moderado no consumo de álcool, que também está comumente associado à perda de memória.

Consequências Relacionadas ao Trabalho

Embora esquecer o que você deveria pegar no supermercado ou onde guardou as chaves possa não ter um impacto considerável, no local de trabalho, o impacto negativo da pandemia em nossas memórias pode ter consequências mais graves.

Anda muito esquecido ultimamente?
Não ignore os problemas de memória, eles podem ser mais sérios do que parecem. Agende uma consulta na Clínica Regenerati e evite um possível Alzheimer.

Para começar, há um risco maior de perdermos um prazo ou ignorarmos um detalhe crítico. Existem também outras consequências.

A tomada de decisão é um processo que exige que se utilizem experiências e conhecimentos anteriores. Na verdade, os melhores tomadores de decisão são pessoas com vasta experiência e conhecimento, e com capacidade de processar rapidamente essas informações para selecionar a melhor ação possível.

Quando nossas memórias estão comprometidas, podemos ter dificuldade em relembrar experiências e conhecimentos passados, o que pode, por sua vez, comprometer nossa capacidade de tomar as melhores decisões. Isso traz consequências especialmente preocupantes para os líderes.

Pior ainda, o esquecimento pode ser um sintoma de um problema mais amplo. Síndrome de Burnout, definida pela Organização Mundial da Saúde como uma incapacidade de gerenciar o estresse crônico, está associada a uma série de disfunções cognitivas, desde fadiga e ansiedade até problemas de memória e concentração. Esquecer pode ser um sinal de que você está em risco ou já está sofrendo de esgotamento.

Estratégias de Prevenção do Impacto da Pandemia na Memória

A boa notícia é que existem coisas que podemos fazer para pelo menos reduzir os efeitos do “esquecimento de COVID”.

Seja Gentil Consigo Mesmo

Se você está se sentindo mais esquecido do que antes da pandemia, provavelmente não está exibindo sinais de demência precoce, mas está sofrendo de sobrecarga cognitiva e fadiga.

Então, dê uma folga. Aceite o fato de que você está trabalhando em condições excepcionais há meses e, como resultado, sua memória pode estar comprometida.

Reconstrua seu Foco

Construímos foco reduzindo nossa carga cognitiva (isto é, tensões, drenos e distrações).

Com a chegada da pandemia, alguns executivos encontraram mais tempo (por exemplo, quando a viagem foi interrompida). Mas, à medida que algumas atividades foram pausadas, outras se tornaram mais complexas e demoradas.

À medida que a pandemia continua, é essencial tomar medidas para reduzir intencionalmente a tensão, o esgotamento e a distração em sua vida.

Gerenciar o Estresse Latente

O estresse latente é o estresse que está presente, mas nem sempre totalmente visível. Como os altos níveis de estresse continuam a ser normalizados durante a pandemia, o estresse latente está aumentando.

Reconhecer que podemos estar sofrendo de mais estresse do que imaginamos – e que isso pode ter efeitos colaterais de longo prazo – é crucial. As medidas tomadas agora para reduzir o estresse podem nos ajudar a reduzir os efeitos colaterais mentais e físicos de longo prazo. Simplificando, controlar nosso estresse latente agora é uma maneira de nos prepararmos para o crescimento pós-traumático.

Então, o que você deve fazer na próxima vez que pegar um pedaço de papel e levar alguns minutos para se lembrar o por quê? Primeiro, não se preocupe. Se sua memória não é tão nítida como há um ano, a pandemia pode ser a culpada. Em segundo lugar, reconheça que uma recordação mais lenta do que o normal pode ser um lembrete gentil de que você precisa cuidar melhor de si mesmo enquanto continua a trabalhar e a viver sob essas condições excepcionalmente desafiadoras.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


Memória / Alzheimer

A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável e progressiva. A maioria das vítimas são pessoas idosas. A doença apresenta sintomas como perda de funções executivas e cognitivas (como a memória), causada pela morte de células cerebrais. O objetivo do tratamento é aliviar os sintomas existentes, retardando a evolução da doença. Os tratamentos indicados são divididos em farmacológicos e os não-farmacológicos.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2021 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 14/09/2021