Responsive image

O que Causa as Tonturas no Mal de Parkinson?

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Conteúdos, Doença de Parkinson

Publicado: 1 de fevereiro de 2022 | Atualizado: 1 de fevereiro de 2022

Tonturas no Mal de Parkinson. A tontura – incluindo desmaio, sensações de desequilíbrio e vertigem – é comum entre os pacientes de Parkinson e pode ser um potencial sintoma não motor de doença em estágio inicial.

Normalmente, os episódios de tontura são curtos e frequentes, durando de segundos a minutos e ocorrendo várias vezes por dia ou semana.

Neste artigo, saiba mais sobre as Tonturas no Mal de Parkinson, suas causas e formas de tratamento.

Teste de classificação de tonturas
Ajuda a ter um norte na classificação da tontura do paciente.

Tonturas no Mal de Parkinson

A Doença de Parkinson é diagnosticada quando ocorrem sintomas motores típicos:

  • Tremor;
  • Rigidez;
  • Dificuldade de equilíbrio;
  • Problemas de locomoção.

Mas várias outras características motoras e não motoras que surgem antes desse estágio podem ajudar a detectar a doença mais cedo. Alguns desses sintomas não motores incluem:

Em situações clínicas reais, frequentemente observamos que pacientes com Doença de Parkinson se queixam de tontura. Sensações de tontura podem incluir desmaios, vertigens e desequilíbrio, e sua prevalência está entre 48% e 68% em pacientes com Parkinson.

Dicas do cotidiano e para a casa do Parkinsoniano
Esse livro trás importantes orientações sobre como é possível melhorar o ambiente do paciente Parkinsoniano para que ele tenha um dia-a-dia mais fácil e agradável.

Causas

A tontura é um efeito colateral bem conhecido de medicamentos dopaminérgicos usados ​​para Parkinson, como levodopa e agonistas da dopamina (substâncias que imitam a ação da dopamina no cérebro). Esses agentes podem levar a um tipo de pressão arterial baixa que ocorre quando uma pessoa se levanta (hipotensão ortostática), causando tontura.

No entanto, observamos que mesmos os pacientes que nunca tomaram medicamentos antiparkinsonianos, às vezes, relatam tontura. De fato, alguns pesquisadores propõem que a tontura pode ser um sintoma precoce do Parkinson.

No caso de pacientes idosos com Doença de Parkinson, a disautonomia (própria da doença de Parkinson ou outras doenças, como diabetes ou apneia do sono) pode ser uma das causas da tontura.

Cansado de sempre viver com tontura e receber só diagnóstico de labirintite ?
O tratamento correto para a tontura vem com o diagnóstico correto. Saiba mais marcando uma consulta na Clínica Regenerati.

Gerenciando as Tonturas no Mal de Parkinson

Se você sentir tontura ao ficar de pé, informe o seu médico. Em geral, é uma boa ideia pedir ao seu médico para realizar exames anuais para verificar a possibilidade de Hipotensão Ortostática. Isso é feito medindo sua pressão arterial enquanto você está deitado e depois em pé. Uma queda brusca pode indicar a presença de Hipotensão Ortostática.

Se você receber esse diagnóstico, converse com seu médico sobre a redução ou eliminação de certos medicamentos (como anti-hipertensivos e alguns medicamentos dopaminérgicos).

Existem também várias estratégias de mudanças no estilo de vida que você pode tentar:

  • Beba mais líquidos para se manter hidratado;
  • Converse com um nutricionista para verificar a possibilidade de ingerir maior quantidade de sal e cafeína;
  • Pergunte ao seu médico sobre a possibilidade de utilizar meias de compressão. Elas podem ser eficazes na prevenção de alterações bruscas na pressão arterial, mas devem ser prescritas;
  • Monitore sua pressão arterial;
  • Durma com a cabeça elevada entre 10 e 30 graus;
  • Mude de posição lentamente, especialmente ao se levantar de uma posição sentada para uma de pé. Faça uma pausa de vários segundos entre cada movimento.

Esteja ciente dos comportamentos e das circunstâncias que podem piorar a hipotensão ortostática:

  • Exposição ao calor;
  • Febre;
  • Ficar em pé em períodos prolongados;
  • Exercício vigoroso;
  • Ingerir álcool;
  • Esforçar-se ao evacuar;
  • Refeições ricas em carboidratos.

Certifique-se de manter um registro dos momentos e das circunstâncias em que você sentir tontura ou vertigem para compartilhar com sua equipe de saúde.

Se essas estratégias não ajudarem, existem vários medicamentos disponíveis que podem ajudar a tratar seus sintomas de tontura. Converse com seu médico para saber mais sobre suas opções.

Quando a Tontura é uma Emergência Médica

Quando a tontura surge rapidamente, juntamente com sintomas neurológicos adicionais, é possível que esteja acontecendo um ataque isquêmico transitório (AIT) ou acidente vascular cerebral.

Se você cuida de alguém que parece estar tendo um AVC, ligue para o serviço de emergência imediatamente.

Assista ao vídeo e saiba mais:

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Artigo Publicado em: 6 de fev de 2018 e Atualizado em: 1 de fev de 2022

Compartilhe:


Doença de Parkinson

A doença de Parkinson é uma condição neurológica crônica e progressiva, resultante da degeneração das células responsáveis pela produção de dopamina, um neurotransmissor que controla os movimentos, entre outras funções. Seus sintomas costumam afetar o movimento, e o diagnóstico é feito com base no histórico do paciente, avaliação dos sintomas e alguns exames. O tratamento deve ser individualizado, e comumente exige uma abordagem interdisciplinar.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2024 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 19/05/2024