Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo


Principais Medicamentos para Alzheimer

Categorias: Memória / Alzheimer, NOTÍCIAS




Principais Medicamentos para Alzheimer

Publicado: 11/12/18 | Atualizado: fevereiro 18, 2019

No artigo de hoje, citaremos os principais medicamentos utilizados no tratamento do Alzheimer, com foco no tratamento de comportamentos inadequados ou indesejados.

Os Principais Medicamentos para Alzheimer

Os principais medicamentos utilizados para controlar o comportamento dos pacientes com Alzheimer e outros tipos de demência são os antipsicóticos. A utilização desses medicamentos para Alzheimer deve-se à sua expressiva potência em tratar sintomas como paranoia, delírios, alucinações e agitação.

Alguns desses medicamentos são:

  • À base de Quetiapina;
  • Risperidona;
  • Clozapina.

Os remédios citados acima são extremamente efetivos; entretanto, devem ser utilizados em doses mínimas (subterapêuticas), pois o metabolismo do idoso que irá utilizar o medicamento é diferente do metabolismo de pessoas jovens.

Além disso, o uso desses medicamentos para Alzheimer aumenta significativamente os riscos de efeitos colaterais, que incluem:

  • Tontura;
  • Quedas;
  • AVC;
  • Aumento do declínio cognitivo dos pacientes;
  • Piora dos sintomas de Parkinson (extrapiramidais).

O objetivo principal do uso de antipsicóticos no tratamento do Alzheimer é controlar os sintomas psicóticos durante pelo menos três meses e, após esse período, se houver uma redução gradativa desses sintomas, esses remédios começam a ser extraídos do tratamento.

Entretanto, se a retirada desses medicamentos tiver resultado negativo, a dose é recolocada no tratamento.

Outros Tipos de Medicamentos Utilizados

Outros tipos de medicamentos utilizados com finalidade de diminuir os sintomas dos pacientes com demência ou Alzheimer são:

  • Benzodiazepínicos: compostos por clonazepam,  lorazepam ou diazepam. Eles têm a função de controlar os ataques de ansiedade, pânico, inquietação, insônia e agitação que os pacientes com Alzheimer sofrem. Esses medicamentos agem como relaxantes musculares. Assim como os medicamentos citados anteriormente, a dose deve ser mínima e subterapêutica, para evitar os efeitos colaterais que podem variar entre:
  • Aumento do risco de queda;
  • Sonolência excessiva durante o dia;
  • Confusão mental.
  • Estabilizadores de Humor: Se o paciente com Alzheimer ou demência sofre agitação e mudanças drásticas de humor (com grande oscilação), é possível utilizar medicamentos que estabilizam o humor, como ácido valproico ou lamotrigina. A grande vantagem de utilizar esse medicamento é que, em longo prazo, eles causam menos efeitos colaterais em relação aos antipsicóticos ou os benzodiazepínicos. Entretanto, há algumas desvantagens, que incluem:
  • Aumento do risco de alergias;
  • Confusões mentais;
  • Piora dos tremores;
  • Antidepressivos: O uso dos antidepressivos no tratamento do Alzheimer é de grande auxílio quando se trata de diminuir os quadros de mal-humor e de ansiedade. Esses medicamentos podem ajudar a tratar também a agitação, depressão e outros tipos de variantes dos sintomas. Alguns são mais sedativos, como a paroxetina ou a mirtazapina; eles também abrem o apetite e auxiliam no sono. Além desses, há também os medicamentos utilizados devido aos seus poucos registros de efeitos colaterais, como o sertralina. A escolha do tipo de antidepressivo usado no tratamento é, na verdade, extremamente específico, de acordo com a necessidade do paciente.
  • Medicamentos específicos para o tratamento da demência: Os medicamentos inibidores da acetilcolinesterase têm a função de aumentar a acetilcolina nos neurônios. Alguns exemplos são a donepezila, a  rivastigmina e a galantamina. Qualquer um desses medicamentos tem como função aumentar a acetilcolina na fenda sináptica. Esse processo ajuda a melhorar as memórias, especialmente as mais antigas. Além disso, também melhora o comportamento dos pacientes.

Se quiser receber conteúdo sobre Alzheimer no seu chat do Facebook, clique aqui.

Quer saber se alguém que você conhece tem demência? Clique aqui e faça nosso Teste GRATUITO para Rastreio da Demência e descubra.

Se quiser fazer nosso Teste Gratuito para identificar se alguém que você conhece está apresentando problemas de memória, atenção ou concentração, clique aqui.

Fonte: https://betterhealthwhileaging.net/medications-to-treat-difficult-alzheimers-behaviors/

Compartilhe


Memória / Alzheimer

A Doença de Alzheimer é uma enfermidade incurável e progressiva. A maioria das vítimas são pessoas idosas. A doença apresenta sintomas como perda de funções executivas e cognitivas (como a memória), causada pela morte de células cerebrais. O objetivo do tratamento é aliviar os sintomas existentes, retardando a evolução da doença. Os tratamentos indicados são divididos em farmacológicos e os não-farmacológicos.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.



Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!


Willian Rezende do Carmo, 2019 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 10/11/2019