Responsive image

Como Melhorar o Sono de Quem Tem Alzheimer?

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Apneia do Sono, Conteúdos, Insônia, Memória / Alzheimer

Publicado: 22 de março de 2022 | Atualizado: 22 de março de 2022

Melhorar o Sono de Quem Tem Alzheimer. Os problemas de sono são comuns em indivíduos com demência e a perda de sono pode contribuir ou exacerbar a gravidade de outros sintomas de demência. Cuidadores relatam que o sono perturbado é um dos sintomas de demência mais angustiantes.

Identificar e tratar problemas de sono é uma parte crítica do tratamento da demência, pois alivia o estresse de pacientes e cuidadores, e pode potencialmente retardar o declínio cognitivo.

Continue a leitura e aprenda a melhorar o sono de pessoas com Alzheimer e outros tipos de demência.

Teste de auto-percepção de memória
Tire suas dúvidas em relação a sua memória e faça o teste PDQ-5 de auto percepção de memória.

Demência e Sono

Pessoas com demência experimentam mudanças fundamentais em seu ritmo circadiano que prejudicam a qualidade do sono em um horário regular.

O núcleo supraquiasmático é a parte do cérebro que serve como nosso relógio interno e responde a sinais, como a luz, para indicar quando devemos estar alertas e quando devemos sentir sono.

Indivíduos que têm a Doença de Alzheimer – o tipo mais comum de demência – muitas vezes têm células danificadas e diminuição da atividade celular nessa parte do cérebro. O resultado dessa disfunção é que os pacientes não conseguem seguir um ciclo sono-vigília de 24 horas e, em vez disso, dormem excessivamente durante o dia e dormem muito menos à noite.

Eu, minha memória e meus medos...
Conheça a história de uma mãe e filha que enfrentam diversos problemas relacionados a memória. Baixe o e-book e aprenda com elas o que deve ser feito para lidar com o Alzheimer.

Além disso, a demência está associada às alterações na estrutura do sono. O sono de ondas lentas e o sono REM são partes críticas de como o sono funciona para restaurar o corpo e a mente. Pessoas com demência passam menos tempo no sono de ondas lentas e no sono REM, e mais tempo nos estágios iniciais do sono. Essa redução do sono profundo e do sono REM pode piorar à medida que a demência progride.

Distúrbios do Sono em Pessoas com Demência

Os seguintes distúrbios do sono são encontrados com mais frequência em adultos mais velhos, mas são observados em taxas ainda mais altas em pessoas com demência:

Embora a depressão seja um transtorno de humor, está associada à insônia e a outros distúrbios do sono. A depressão é comum em pessoas com demência e é observada em taxas crescentes à medida que a demência progride para estágios mais graves.

Anda muito esquecido ultimamente?
Não ignore os problemas de memória, eles podem ser mais sérios do que parecem. Agende uma consulta na Clínica Regenerati e evite um possível Alzheimer.

Outros Problemas de Sono em Pessoas com Demência

A Síndrome do Pôr do Sol é um fenômeno em que indivíduos com demência experimentam aumento da agitação à tarde e à noite. Os sintomas incluem confusão, ansiedade, perambulação e gritos.

Pode contribuir para a insônia e outros problemas de sono quando esses comportamentos continuam durante a noite. As possíveis causas incluem as alterações do ritmo circadiano que ocorrem na demência, bem como fadiga, depressão e dor.

As pessoas com demência também podem falar, gritar ou chorar à noite se não conseguirem dormir. Alguns pacientes com demência tendem a se afastar de sua casa, o que pode ser especialmente perigoso à noite.

Como Melhorar o Sono de Quem Tem Alzheimer

A higiene do sono é o principal tratamento para problemas de sono em pessoas com demência. A higiene do sono é um conjunto de práticas e considerações ambientais que promovem uma boa qualidade do sono. As seguintes dicas podem ajudar uma pessoa com demência a melhorar seus padrões de sono:

  • Mantenha uma programação regular: Definir horários previsíveis de acordar e dormir pode ajudar a sincronizar o ritmo circadiano. Crie uma rotina para dormir que envolva atividades calmas antes de dormir. A televisão e os aparelhos eletrônicos podem ser estimulantes e emitem luz azul que interfere no sono, então tente evitar essas atividades antes de dormir;
  • Limite os cochilos: Cochilar durante o dia pode diminuir a sonolência à noite. Procure desencorajar o cochilo ou limitar a prática a um cochilo com duração inferior a 30 minutos;
  • Pratique exercícios físicos: Exercitar-se uma hora antes de dormir pode afetar negativamente o sono. No entanto, fazer exercício no início do dia pode levar a um sono melhor à noite. Também reduz a necessidade de cochilo e melhora a saúde geral;
  • Agendar atividade social: Pessoas com demência que participaram de uma a duas horas de atividade social por dia apresentam melhora no sono noturno;
  • Adicione exposição à luz: A luz é um regulador chave do ritmo circadiano, portanto, se possível, obter luz natural durante o dia pode ajudar a dormir à noite. Se o acesso à luz natural for limitado devido ao clima ou a outros fatores, a terapia de luz brilhante interna pode ajudar;
  • Evite estimulantes: É melhor evitar cafeína, álcool e nicotina, se possível. Além disso, alguns medicamentos usados ​​para controlar a demência podem interferir no sono, portanto, converse com um médico sobre a melhor hora do dia para administrar medicamentos;
  • Trate a dor e os distúrbios do sono: Se uma pessoa com demência está lidando com dor, distúrbio do sono ou depressão, o tratamento da condição pode melhorar o sono. Um médico pode ajudar a explorar as opções de tratamento.

Um médico ou especialista em sono está em uma boa posição para fornecer recomendações individualizadas de higiene do sono para uma situação específica.

Os medicamentos são vistos como uma opção de último recurso para pessoas com demência. Os riscos de soníferos incluem aumento da confusão, sedação e risco de quedas ou lesões. Certifique-se de falar com um médico antes de dar um auxílio para dormir a uma pessoa com demência.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


Apneia do Sono

A apneia do sono é uma condição caracterizada por pausas na respiração que duram alguns segundos, e que ocorrem diversas vezes durante o sono. Essa doença classifica-se como Apneia Obstrutiva do Sono ou Apneia Central do Sono. Suas causas e tratamentos podem variar, e o ronco é um importante sintoma. O diagnóstico é feito pela avaliação dos sintomas e do exame de Polissonografia.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2021 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 17/05/2022