Responsive image

Dor Miofascial – Como Ocorre Esse Processo?

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Conteúdos, Dor, Dor Miofascial

Publicado: 24 de outubro de 2023

A dor miofascial é uma condição dolorosa que afeta a musculatura e envolve pontos de tensão conhecidos como pontos gatilhos. Esses pontos gatilhos, também chamados de nódulos de tensão, são fundamentais para compreender a dor miofascial, pois desencadeiam uma dor que pode se manifestar em áreas distantes do corpo, o que é conhecido como dor referida.

Neste artigo, exploraremos em detalhes o que é a dor miofascial, como ocorre o processo, suas causas e opções de tratamento.

Dor miofascial

O Que É Dor Miofascial?

A dor miofascial é uma condição dolorosa que afeta os músculos e a fáscia (o tecido conjuntivo que envolve e conecta os músculos). Ela é caracterizada pela presença de pontos de tensão chamados de pontos gatilhos. Esses pontos gatilhos são áreas pequenas e localizadas nos músculos que estão constantemente contraídas e sensíveis à pressão.

O que torna a dor miofascial única é sua capacidade de causar dor em locais distantes do ponto gatilho. Por exemplo, um ponto gatilho na região do trapézio, localizado na parte superior das costas, pode desencadear uma dor que se irradia para a face e a cabeça. Isso é conhecido como dor referida e é uma característica distintiva da dor miofascial.

Dor miofascial

Como Ocorre o Processo de Dor Miofascial?

O processo de dor miofascial envolve um mau funcionamento dos músculos afetados. Em condições normais, os músculos se contraem e relaxam conforme necessário. No entanto, na síndrome miofascial, algumas fibras musculares permanecem constantemente contraídas, mesmo quando não deveriam. Isso leva a uma série de eventos prejudiciais.

A contração muscular constante gera estresse no músculo e na fáscia circundante. Esse estresse pode levar a microlesões nos tecidos musculares e na fáscia, desencadeando uma resposta inflamatória no corpo. Consequentemente, toxinas inflamatórias se acumulam na área afetada, contribuindo para o processo doloroso.

É importante observar que a dor miofascial pode variar em intensidade e qualidade. A dor geralmente é descrita como profunda, dolorosa e cansativa, mas em alguns casos, pode ter características agudas, como pontadas latejantes. Às vezes, essa dor é confundida com dor neuropática, pois pode ocorrer ao longo do trajeto de um nervo. No entanto, a diferença crucial é que na dor miofascial, não há compressão nervosa; a causa da dor reside nos próprios músculos e pontos gatilhos.

Causas da Dor Miofascial

As causas da dor miofascial podem variar e incluir uma série de fatores desencadeantes. Aqui estão algumas das causas mais comuns:

  • Sobrecarga Crônica no Músculo: Atividades que envolvem uso excessivo ou repetitivo de certos grupos musculares Isso pode ocorrer também quando se trabalha na mesma posição por longos períodos;
  • Estresse Emocional: O estresse e a ansiedade podem causar tensão muscular, contribuindo para o desenvolvimento de pontos gatilhos;
  • Trauma Agudo: Lesões musculares agudas, como um impacto súbito ou um esforço excessivo, também podem desencadear a dor miofascial;
  • Má Postura: Manter uma postura inadequada por longos períodos pode criar desequilíbrios musculares e tensões, predispondo ao desenvolvimento de pontos gatilhos.

Tratamento da Dor Miofascial

O tratamento da dor miofascial geralmente envolve uma abordagem multidisciplinar, pois essa condição pode ser complexa. Aqui estão algumas opções de tratamento comuns:

  • Fisioterapia: A fisioterapia desempenha um papel fundamental no tratamento da dor miofascial. Os fisioterapeutas utilizam técnicas de terapia manual para liberar pontos gatilhos, melhorar a mobilidade muscular e corrigir desequilíbrios musculares;
  • Agulhamento: O agulhamento de pontos gatilho, conhecido como agulhamento seco, envolve a inserção de agulhas em pontos específicos para aliviar a tensão muscular. Esse procedimento deve ser realizado por um profissional treinado;
  • Medicamentos: Em alguns casos, medicamentos como analgésicos, anti-inflamatórios não-hormonais, miorrelaxantes e antidepressivos podem ser prescritos para controlar a dor e os sintomas associados;
  • Terapia Complementar: Acupuntura e massagem terapêutica também podem ser úteis para aliviar a dor miofascial em algumas pessoas;
  • Tratamento Psicológico: Quando o estresse emocional ou psicológico desempenha um papel importante na dor miofascial, a terapia cognitivo-comportamental ou outras formas de apoio psicológico podem ser benéficas;
  • Correção de Hábitos: A correção de hábitos que contribuem para a dor, como má postura ou bruxismo (ranger dos dentes), é uma parte importante do tratamento.

A dor miofascial é uma condição dolorosa da musculatura que envolve pontos de tensão chamados pontos gatilhos. Seus sintomas podem variar em intensidade e qualidade, mas geralmente envolvem dor profunda e cansativa.

 

Dor miofascial

O tratamento eficaz geralmente inclui fisioterapia, técnicas de liberação de ponto gatilho e, às vezes, medicamentos para aliviar a dor. Identificar e abordar as causas subjacentes também é fundamental para prevenir a recorrência da dor miofascial e melhorar a qualidade de vida. Se você está sofrendo de dor miofascial, é aconselhável procurar a orientação de um profissional de saúde para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado.

 

Faça o nosso teste agora e descubra se você pode estar com fibromialgia.

 

Não espere a dor miofascial se tornar muito frequente em sua vida para buscar atendimento médico. Procure um especialista e evite sempre a automedicação.

Autor: Patricia Schattner

Mais informações sobre este assunto na Internet:

Artigo Publicado em: 5 de outubro de 2020 e Atualizado em: 24 de outubro de 2023

Compartilhe:


Dor Miofascial

A síndrome da dor miofascial está associada a zonas hiperalgésicas no músculo (pontos de gatilho miofascial). Essa região do músculo está sendo mal irrigada com sangue, formando nódulos enrijecidos que resultam em dor. As causas comuns de disfunção miofascial incluem trauma direto ou indireto, que provocam inflamação muscular crônica. Faltam métodos diagnósticos específicos para a doença, por isso, tratar a origem é a melhor opção.

Agende sua Consulta!



Tags:, , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.



Willian Rezende do Carmo, 2024 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 06/07/2024