Responsive image

Hipertensão Intracraniana Idiopática – Saiba Mais

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Conteúdos, Dor de Cabeça

Publicado: 19 de março de 2024

A Hipertensão Intracraniana Idiopática (HII) é uma condição marcada pelo aumento da pressão no cérebro, geralmente associada ao acúmulo excessivo de líquido cefalorraquidiano (LCR). Este líquido, essencial para a proteção da medula espinhal e do cérebro, pode acumular-se no crânio, pressionando o nervo óptico e desencadeando sintomas que se assemelham aos de um tumor cerebral.

Vamos explorar mais profundamente essa condição, incluindo suas causas, sintomas, métodos de diagnóstico, tratamentos e perspectivas.

Em que Consiste a Hipertensão Intracraniana Idiopática

A HII, anteriormente conhecida como pseudotumor cerebral, é uma condição onde ocorre um aumento anormal da pressão intracraniana sem uma causa conhecida. Enquanto a palavra “idiopática” sugere a ausência de uma causa específica, a condição pode ser associada a fatores como obesidade e certos medicamentos, como pílulas anticoncepcionais e esteroides.

Causas e Fatores de Risco

A HII ocorre quando há um acúmulo excessivo de líquido cefalorraquidiano (LCR) ao redor do cérebro. A causa exata ainda não é totalmente compreendida, o que torna a condição “idiopática”, ou seja, sem uma causa conhecida. No entanto, certos fatores de risco foram identificados:

  • Obesidade: Pessoas com índice de massa corporal (IMC) elevado têm um risco aumentado de desenvolver HII;
  • Medicamentos: Alguns medicamentos, como pílulas anticoncepcionais, antibióticos, esteroides e alguns medicamentos para acne, foram associados a um risco aumentado;
  • Doenças Hormonais: Condições como síndrome de Cushing, hipotireoidismo e hipertireoidismo podem aumentar o risco;
  • Outras Condições Médicas: Anemia por deficiência de ferro, lúpus, policitemia vera e doença renal crônica também podem ser fatores de risco.

Sintomas

Os sintomas da HII podem variar, mas geralmente incluem:

  • Dores de cabeça intensas e persistentes: Podem ser acompanhadas de náuseas e vômitos;
  • Alterações na visão: Visão turva, visão dupla, pontos cegos e perda de visão periférica são comuns;
  • Zumbido nos ouvidos (tinnitus): Um som persistente nos ouvidos pode estar presente;
  • Dificuldade de equilíbrio e coordenação: Pode haver sensação de tontura e dificuldade para caminhar;
  • Outros sintomas neurológicos: Rigidez do pescoço, fadiga, perda de memória e depressão também podem ocorrer.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico de HII envolve uma combinação de exames físicos, exames oftalmológicos, testes neurológicos e exames de imagem, como tomografia computadorizada (TC) e ressonância magnética (RM). Uma punção lombar, que mede a pressão do LCR, é frequentemente realizada para confirmar o diagnóstico.

O tratamento da HII visa aliviar os sintomas e reduzir a pressão intracraniana. As opções de tratamento incluem:

  • Perda de peso: Para aqueles com sobrepeso ou obesidade, a perda de peso pode ser recomendada para reduzir a pressão intracraniana;
  • Medicamentos Diuréticos, como a acetazolamida, podem ajudar a reduzir a produção de LCR, enquanto os esteroides podem reduzir o inchaço cerebral;
  • Cirurgia: Em casos graves ou quando outras formas de tratamento não são eficazes, procedimentos cirúrgicos, como a colocação de um shunt para drenar o LCR, podem ser necessários.

Complicações e Prognóstico

Sem tratamento adequado, a HII pode levar a complicações graves, incluindo perda permanente da visão e danos neurológicos permanentes. No entanto, com diagnóstico precoce e tratamento adequado, muitas pessoas com HII conseguem gerenciar seus sintomas e evitar complicações graves.

Prevenção

Não existem medidas de prevenção específicas para a HII, devido à sua natureza idiopática. No entanto, manter um peso saudável, evitar medicamentos associados ao aumento do risco e controlar condições médicas subjacentes, como diabetes e hipertensão, podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver HII.

Em resumo, a Hipertensão Intracraniana Idiopática é uma condição neurológica grave que requer diagnóstico e tratamento adequados. Com abordagem multidisciplinar envolvendo neurologistas, oftalmologistas e outros profissionais de saúde, muitas pessoas com HII podem levar vidas saudáveis e funcionais.

Esteja atento aos sintomas, busque ajuda médica se suspeitar de HII e siga o plano de tratamento prescrito pelo seu médico para obter os melhores resultados possíveis.

Mais informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhe:


Dor de Cabeça

A Cefaleia, conhecida popularmente como dor de cabeça, pode ocorrer de modo isolado, quando apresenta um complexo sintomático agudo (como a enxaqueca), ou provida de doenças em desenvolvimento (como infecções). O diagnóstico é baseado na compreensão da fisiopatologia dessas dores de cabeça, na obtenção de um histórico clínico e na realização de um exame físico e neurológico criterioso, para formular um diagnóstico diferencial.

Agende sua Consulta!



Tags:, , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.



Willian Rezende do Carmo, 2024 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 08/07/2024