Neurologista - Dr. Willian Rezende

Saiba Mais sobre a Hanseníase nos Nervos


Saiba Mais sobre a Hanseníase nos Nervos – A hanseníase é uma infecção bacteriana crônica progressiva causada pela bactéria Mycobacterium leprae e é uma das doenças mais antigas registradas na história. É uma das doenças infecciosas mais comuns associadas ao sistema nervoso periférico.

Saiba Mais Sobre A Hanseníase Nos Nervos

A condição afeta principalmente os nervos das extremidades, a pele, o revestimento do nariz e o trato respiratório superior. Além de produzir úlceras na pele, danos nos nervos e fraqueza muscular.

Saiba Mais sobre a Hanseníase nos Nervos

Caso a doença não for tratada, pode causar desfiguração grave e incapacidade significativa. Quanto mais cedo o diagnóstico ocorrer, assim como o tratamento imediato das manifestações neurológicas, melhor o prognóstico será.

Hanseníase

A hanseníase é a causa tratável mais comum de neuropatia no mundo. A condição envolve o tecido nervoso. E os nervos dérmicos são infectados em todas as lesões cutâneas, incluindo aquelas causadas por hanseníase indeterminada na infância.
A neuropatia na hanseníase é importante porque está frequentemente associada a síndromes e deficiências graves. Os avanços na imunologia e na biologia molecular levaram a uma maior compreensão da doença, bem como às esperanças de melhores testes de diagnóstico e estratégias de vacinação.

A hanseníase se propaga por meio do contato com secreções mucosas de uma pessoa com a infecção. Isso geralmente ocorre quando uma pessoa com hanseníase espirra ou tosse. A doença não é altamente contagiosa. No entanto, o contato próximo com uma pessoa não tratada por um longo período de tempo pode levar à contração da hanseníase.

Neuropatia Hansênica

Em alguns países, a Neuropatia Hansênica não é conhecida da maneira que deveria, esse fator já causou graves demoras no diagnóstico, o que resultou severos danos nos nervos,e incapacidade para muitos desses pacientes.

O comprometimento da função nervosa é comum e bastante ocorrente. Estudos investigativos sobre o tema estão crescendo, como estudos de condução nervosa e testes de limiar térmico. Esses demonstraram melhorar ainda mais a detecção de envolvimento neural em pacientes com hanseníase, tanto no estágio inicial quanto no estágio tardio. Mas a melhora no diagnóstico do envolvimento neural aponta que a neuropatia neste momento não é capaz de analisar tudo que deveria em relação a danos nos nervos.

Um estudo realizado no Nepal apontou uma incidência de cerca de 36% dos pacientes apresentavam sinais de comprometimento nos nervos sensoriais, a apresentação desse sintoma ocorreu mais do que a disfunção motora.

Sintomas

A hanseníase é uma doença granulomatosa sistêmica crônica, envolvendo principalmente os nervos periféricos e a pele. As áreas menos afetadas incluem a membrana mucosa do trato respiratório superior, as câmaras anteriores dos olhos e os testículos. Os sinais e sintomas da neuropatia hansênica são:

  • Manchas hipopigmentadas ou avermelhadas da pele com perda (ou alteração) da sensibilidade;
  • Aumento dos nervos periféricos;
  • Demonstração de bacilos ácido-rápidos em biópsias da pele.

Parte dos pacientes no entanto apresenta a hanseníase como uma doença neural pura, sem sinais de envolvimento de sintomas relacionados a pele. PAra diagnosticar pacientes que se encaixam nessa categoria é necessário realizar uma biópsia do nervo.
A primeira manifestação neurológica é geralmente o desenvolvimento de perda sensorial ou parestesias em um ou mais adesivos cutâneos da pele.

A manifestação mais precoce da hanseníase é o envolvimento do nervo cutâneo, resultando primeiramente em perda da sensação térmica e evoluindo para envolver outros sintomas maiores, como dor e tato afetado.

As modalidades sensoriais que envolvem as fibras maiores, se perdem nos estágios mais avançados da doença. Manifestações motoras também ocorrem durante os últimos estágios da doença. Saiba Mais sobre a Hanseníase nos Nervos

Compartilhe

Ligue agora e agende sua consulta:

(11) 3522-9515




Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *