Neurologista - Dr. Willian Rezende

Por que a Dor Neuropática não Passa?


A Dor Neuropática pode ser causada por uma lesão ou disfunção do sistema nervoso central, periférico ou por trauma. Os pacientes são heterogêneos e apresentam uma variedade de sinais e sintomas sensoriais relacionados à dor1,2.

Em alguns pacientes, a lesão nervosa desencadeia alterações nos neurônios nociceptivos (neurônios receptores de estímulos agressivos), tornando-os hipersensíveis, desenvolvendo atividade espontânea patológica (podendo ocasionar dor aguda, como esmagar um dedo com um martelo, entre outros)1,2.

Dor Neuropática

Quando sofremos uma lesão ou doença que afeta o sistema sensorial, os nervos não enviam a informação sensitiva corretamente para o cérebro. Isso leva a sensações de dormência ou falta de sensibilidade.

No entanto, em alguns casos, os pacientes sentem dor na região afetada. A Dor Neuropática não inicia abruptamente ou resolve-se rapidamente. É uma condição crônica que leva a sintomas persistentes de dor.

Para muitos pacientes, a intensidade dos sintomas pode variar durante o dia. Apesar da dor neuropática ser associada a disfunção de nervos periféricos, como neuropatia causada por diabetes ou estenose espinhal, danos ao sistema nervoso central também podem levar à dor neuropática crônica1.

A dor neuropática surge como consequência de lesões que ocorrem nos nervos, na medula ou no próprio cérebro. O problema é constante e afeta de diversas maneiras o dia-a-dia das pessoas que sofrem com ele, sendo tão debilitante que faz com que a pessoa sinta diferentes sensações, como dor, formigamentos ou queimações, além de causar dificuldades para responder aos tratamentos.

Fatores de Risco para Dor Neuropática

Qualquer coisa que leva a perda da função do sistema nervoso sensorial pode causar dor neuropática, como problemas nervosos da síndrome do túnel do carpo ou condições semelhantes. Outras causas podem ser2:

  • Traumas que atingem os nervos;
  • Diabetes;
  • Deficiência de vitamina;
  • Câncer;
  • HIV;
  • AVC;
  • Esclerose múltipla;
  • Herpes zóster;
  • Excesso de álcool;
  • Fumo;
  • Infecções e doenças relacionadas à nervos;
  • Toxinas;
  • Algumas drogas;
  • Quimioterapia.

Causas da Dor Neuropática

Existem diversas razões para o desenvolvimento de dor neuropática em pacientes. No entanto, a nível celular, uma explicação é que o aumento da liberação de certos neurotransmissores que sinalizam dor combinados com a habilidade prejudicada dos nervos para regular esses sinais, leva à sensação de dor proveniente da região afetada1,2.

Além disso, na medula espinhal, a área que interpreta sinais de dores é reorganizada, com mudanças correspondentes em neurotransmissores e perda de órgãos celulares que funcionam normalmente; essas alterações resultam na percepção da dor mesmo na ausência de estimulação externa.

No cérebro, a habilidade de bloquear a dor pode se perder em uma lesão como no AVC ou trauma. Com o tempo, ocorrem mais danos celulares e a sensação de dor persiste.

Para um tratamento adequado da dor neuropática procure um neurologista de sua confiança e uma equipe multidisciplinar.

Assista a este vídeo e saiba mais sobre este assunto:

Referências:

1 – Peripheral neuropathic pain : a mechanism-related organizing principle based on sensory profiles. R. Baron; C. Maier; N. Attal; A. Binder; D. Bouhassira; G. Cruccu; N.B. Finnerup; M. Haanpää; P. Hansson; P. Huellemann; T. S. Jensen; R. Freynhagen; J. D. Kennedy; W. Magerl; T. Mainka; M. Reimer; A. S. C. Rice; M. Segerdahl; J. Serra; S. Sindrup; C. Sommer; T. Toelle; J. Vollert; R. D. Treede. German Neuropathic Pain Res Networ, EUROPAIN & NEUROPAIN Consortia 2017. vol 158, no. 2, pp. 261-272 . DOI: https://helda.helsinki.fi/handle/10138/193759

2 – Neuropathic pain. Luana Colloca, T. Ludman; D. Bouhassira; R. Baron; A. H. Dickenson; D. Yarnitsky; R. Freeman; A. Truini; N. Attal; N. B. Finnerup; C. Eccleston; E. Kalso; D. L. Bennett; R. H. Dworkin; S. N. Raja. Nat Rev Dis Primers. 2017 Feb 16; 3: 17002. Published online 2017 Feb 16. Doi: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5371025/

Por que a Dor Neuropática não Passa?
5 100% 6
Compartilhe:

Deixe um Comentário