Responsive image

Neuroplasticidade: o que Significa e Como Estimular?

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Conteúdos, Neurologia Geral

Publicado: 20 de junho de 2023 | Atualizado: 20 de junho de 2023

Por meio da neuroplasticidade, o cérebro está constantemente se reconectando e modificando suas conexões. Ele pode se reorganizar tanto em sua estrutura quanto em seu funcionamento.

Sem a neuroplasticidade não seríamos capazes de fazer muitas das coisas que nos tornam humanos. Isso inclui aprender, desenvolver e formar memórias.

Continue a leitura deste artigo para saber como funciona a neuroplasticidade e como você pode melhorar a plasticidade do seu cérebro.

Teste de Sonolência Diurna
Teste Epworth, determina o grau de sonolência diurna. Não somente para apneia, outras patologias também podem dar sono durante o dia

O que é Neuroplasticidade?

A neuroplasticidade também é conhecida como plasticidade neural ou plasticidade cerebral. É a capacidade do cérebro de se reorganizar e se reestruturar em nível celular.

O cérebro humano consiste em vastas redes de neurônios. Mesmo as tarefas mais simples requerem milhões de neurônios interconectados. Esses neurônios funcionam como redes de conectividade para realizar a ação em questão.

A rede neural é um padrão único e específico de conexões neurais. Eles disparam em sequências igualmente específicas para permitir que você realize diferentes tarefas.

A capacidade do cérebro de se adaptar é baseada na alteração das redes neurais existentes. E a geração de novas.

Essa reorganização permite que nosso cérebro se adapte às mudanças. Essas mudanças podem vir de:

  • Novas experiências;
  • Mudanças ambientais;
  • Dano cerebral.

A neuroplasticidade nos ajuda a ser adaptáveis ​​à(s):

Problemas com produtividade ? Isso pode ser mais grave do que você imagina!
Um checkup neurológico pode te ajudar te diversas maneiras e te fazer produtivo como nunca! Experimente e venha na Clínica Regenerati.
  • Pressão ambiental;
  • Alterações fisiológicas;
  • Novas experiências.

As sinapses entre os neurônios se alteram por meio de um processo chamado poda sináptica. Isso ocorre, principalmente, entre a primeira infância e os seus 20 anos.

Nesta fase do desenvolvimento do sistema nervoso, as sinapses são removidas.

Essa é a maneira do cérebro em desenvolvimento manter a função cerebral ideal à medida que envelhecemos e absorvemos informações mais complexas. Ele cria espaço para um novo crescimento e remove conexões que não são usadas com frequência suficiente.

Características da Plasticidade Cerebral

Já se pensou que à medida que envelhecemos, as redes neurais de nossos cérebros se tornam fixas e rígidas. Mas pesquisas recentes mostram que nossos cérebros nunca param de se ajustar e mudar.

Pessoas mais jovens são, geralmente, mais sensíveis às mudanças em sua plasticidade. Mas mesmo os idosos podem aprender coisas novas e aumentar a plasticidade de seus cérebros também.

Nossas conexões neurais constantemente se tornam mais fortes ou mais fracas. Isso depende de quais redes usamos com mais frequência.

Se você toca um instrumento com frequência, provavelmente, ficará melhor tocando esse instrumento. Isso se deve ao uso constante dessas redes neurais.

Da mesma forma, se você parar de tocar seu instrumento por um tempo e voltar a tocá-lo em alguns meses, poderá achar que está tocando enferrujado.

Embora a neuroplasticidade seja um campo científico promissor, ela tem suas limitações. A plasticidade cerebral não pode consertar tudo. Infelizmente, não pode corrigir danos cerebrais em casos graves.

Por exemplo, a maioria das evidências de neuroplasticidade está ao redor do córtex cerebral. Quando essa área é danificada, outras áreas do cérebro, muitas vezes, podem compensar a perda.

No entanto, o córtex não pode replicar as funções de regiões cerebrais mais complexas, como o hipocampo.

A neuroplasticidade é um processo contínuo. É dificultado ou promovido por fatores como:

Práticas como o treinamento de neuroplasticidade podem promover a plasticidade cerebral contínua. Elas aumentam a formação do seu cérebro de fortes sinapses entre os neurônios.

Como Estimular a Plasticidade Cerebral

O treinamento de neuroplasticidade inclui escolhas de estilo de vida que promovem a regeneração das células nervosas. Veja, a seguir, algumas maneiras de promover a neuroplasticidade.

Utilize Jogos Cerebrais

Exercícios de treinamento cerebral criam estimulação e ativação mental direcionada. Isso reorganiza as conexões entre os neurônios e melhora a plasticidade cerebral.

Descanse Quando Precisar

O sono restaura a força das sinapses entre seus neurônios. Quando você descansa, seu cérebro restaura o desempenho refinando sua plasticidade cortical.

Desfrutar de um sono ininterrupto e de qualidade suficiente todas as noites pode mudar o funcionamento do seu cérebro.

Lembre-se de que existem outros tipos de descanso além do sono, todos com benefícios próprios para o seu bem-estar.

Exercite-se Regularmente

O exercício diário é essencial para o foco, a concentração e o humor. É recomendável que você faça 150 minutos de exercícios de intensidade moderada por semana.

Estudos mostram que o exercício melhora a neuroplasticidade alterando a estrutura das sinapses cerebrais. Isso inclui aqueles no hipocampo, que governa a memória e o aprendizado.

A atividade física também ajuda a diminuir a inflamação e melhorar a qualidade do sono. Ambos são fatores que podem afetar sua função cognitiva.

Adote uma Alimentação Saudável

A nutrição desempenha um papel em muitas áreas de nossas vidas e também é importante para a saúde do cérebro. Você pode promover a neuroplasticidade comendo uma dieta saudável e anti-inflamatória. Isso deve incluir muitos antioxidantes essenciais e gorduras ômega-3 que alimentam o cérebro.

Melhorar a saúde do seu microbioma intestinal também pode promover a neuroplasticidade.

Coma alimentos não processados ​​com fibras prebióticas para alimentar as boas bactérias em seu intestino.

Conecte-se com Outras Pessoas

Experiências sociais positivas preparam nossas conexões neurais para fazer conexões significativas com os outros.

Quanto mais nos esforçarmos para nos conectar e cuidar dos outros, mais fortes esses impulsos se tornarão.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Compartilhe:


Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2021 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 08/04/2024