Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo


Dor de Cabeça por Abuso de Analgésicos – Saiba Mais

Categorias: Conteúdos, Dor de Cabeça




Dor de Cabeça por Abuso de Analgésicos – Saiba Mais

Publicado: 08/09/20 | Atualizado: setembro 8, 2020

Dor de Cabeça por Abuso de Analgésicos. Ao sentir uma dor de cabeça, é com a melhor das intenções que tomamos analgésicos para alívio. No entanto, quando você começa a tomar cada vez mais remédios contra a dor devido ao aumento das crises, a causa pode ser o uso abusivo do próprio medicamento para dor de cabeça.

Uma dor de cabeça devido ao uso frequente de analgésicos é denominada dor de cabeça por uso excessivo de medicamentos. Continue a leitura e saiba mais sobre este tipo de dor de cabeça.

Em que Consiste a Dor de Cabeça por Abuso de Analgésicos

As dores de cabeça por uso excessivo de medicamentos já foram denominadas “dores de cabeça rebote” ou dor de cabeça induzida por drogas e dores de cabeça por uso indevido de medicamentos.

O uso excessivo é definido pelo número de dias de tratamento (dias em que uma medicação é ingerida) por mês e depende do medicamento. As dores de cabeça causadas pelo uso excessivo de medicamentos ocorrem mais de 15 dias por mês, por pelo menos três meses, e se desenvolvem ou pioram, acentuadamente, durante o uso excessivo de medicamentos.

Pessoas com dores de cabeça, especialmente enxaquecas, tendem a desenvolver dores de cabeça por uso excessivo de medicamentos, mesmo que estejam usando analgésicos para outras condições médicas.

Como a Dor de Cabeça por Abuso de Analgésicos Pode Ocorrer

O risco de dor de cabeça por uso excessivo de medicação é maior com medicamentos contendo narcóticos. Mas triptanos, ergotaminas e certos remédios para dor sem receita, também apresentam um risco.

Se você está tendo um número crescente de dores de cabeça e precisa de analgésicos mais de dois dias por semana, pode estar desenvolvendo uma dor crônica. Você se beneficiaria de uma visita ao seu médico para desenvolver uma estratégia de tratamento mais adequada para o seu caso.

Os analgésicos têm um mecanismo de ação no funcionamento do cérebro. Pesquisas atuais sugerem que o uso frequente de remédios para dor pode diminuir seu limiar para sentir dor e reforçar os caminhos que processam a dor.

Diagnóstico

O diagnóstico de cefaleia por uso excessivo de medicamentos é feito a partir da história clínica e depende da quantidade de uso dos medicamentos agudos.

A avaliação deve abordar o porquê as dores de cabeça estão se tornando mais frequentes no início. O médico pode considerar a realização de testes extras para descartar outras causas. Nesses casos, podem ser feitos estudos de imagem e exames de laboratório. Especialmente se a característica das dores de cabeça mudar.

Tratamento

Existem estudos em andamento para estabelecer a melhor maneira de tratar a dor de cabeça por uso excessivo de medicamentos.

Geralmente, um plano de tratamento adequado deve incluir uma combinação de intervenções medicamentosas, não medicamentosas, comportamentais e de fisioterapia, juntamente com a interrupção do uso excessivo de medicamentos.

Muitas pessoas encontram benefícios substanciais nas estratégias de biofeedback e de Terapia Cognitivo-Comportamental, o que também permite uma menor dependência do medicamento para dor.

As pessoas experimentam melhorias significativas após a redução / descontinuação de medicamentos para dor. É importante saber que, quando um medicamento que estava sendo usado em excesso é interrompido, pode-se passar por um período em que as dores de cabeça pioram antes de melhorarem.

Os médicos geralmente prescrevem remédios preventivos ao diminuir ou ao interromper os medicamentos agudos. Isso é feito para reduzir a frequência e a gravidade das dores de cabeça por abstinência.

Alguns remédios podem ser interrompidos imediatamente, mas pode ser necessário diminuir o seu uso gradualmente, como no caso dos narcóticos. Sempre discuta com seu médico a maneira mais apropriada de cessar sua medicação, pois interromper, abruptamente, medicamentos específicos, pode ser perigoso.

Referência: Therapeutic advances in drug safety

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


Dor de Cabeça

A Cefaleia, conhecida popularmente como dor de cabeça, pode ocorrer de modo isolado, quando apresenta um complexo sintomático agudo (como a enxaqueca), ou provida de doenças em desenvolvimento (como infecções). O diagnóstico é baseado na compreensão da fisiopatologia dessas dores de cabeça, na obtenção de um histórico clínico e na realização de um exame físico e neurológico criterioso, para formular um diagnóstico diferencial.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2019 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 17/09/2020