Responsive image

Fumar pode Provocar Crises de Enxaqueca

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Conteúdos, Dor de Cabeça

Publicado: 2 de novembro de 2021 | Atualizado: 2 de novembro de 2021

Fumar pode Provocar Crises de Enxaqueca. Sabemos que fumar faz mal à saúde e aumenta o risco de câncer de pulmão. No entanto, seus pulmões não são os únicos órgãos que sofrem quando você fuma. A nicotina nos produtos do tabaco tem uma ampla gama de efeitos negativos no corpo:

  • Aumenta o risco de doenças cardíacas;
  • Prejudica os rins;
  • Aumenta o risco de câncer de pâncreas;
  • Pode piorar a enxaqueca!

A relação entre tabagismo e dores de cabeça é complexa. Continue lendo para compreender essa relação e o que ela significa para pacientes com enxaqueca.

Como Fumar pode Provocar Crises de Enxaqueca

No início dos anos 2000, a relação entre tabagismo e enxaqueca ainda era pouco compreendida. Alguns pesquisadores chegaram a constatar que fumar pode diminuir as enxaquecas, reduzindo os níveis de estresse e de ansiedade. No entanto, em pesquisas mais recentes, as evidências esclareceram que o uso do tabaco é um gatilho nas crises de enxaqueca.

Classifique a sua dor de cabeça
Está com dores de cabeça e não sabe o que pode ser ? Faça o nosso teste neurológico para te ajudar a classificar a sua dor de cabeça.

Isso não significa exatamente que fumar causa enxaqueca. Sozinho, o tabagismo não transforma alguém em um sofredor de enxaqueca, embora possa causar dores de cabeça! Em vez disso, descrever o tabagismo como um “fator precipitante” significa que contribui para o desenvolvimento de crises, tornando as enxaquecas mais frequentes e piores.

Conforme os resultados de um estudo realizado na Espanha, em uma amostra com 361 estudantes de medicina, 29% dos que sofriam de enxaqueca eram fumantes. Os pesquisadores também encontraram uma correlação entre o número de cigarros fumados e a frequência de enxaquecas; os participantes que fumaram mais tiveram enxaquecas mais frequentes.

Papel da Nicotina

A nicotina faz com que os vasos sanguíneos se contraiam. A constrição dos vasos sanguíneos em certas partes do cérebro e nas meninges (os tecidos protetores que cobrem o cérebro), leva a atividade cerebral alterada associada aos sintomas da enxaqueca.

Aprenda como tratar a dor de cabeça aguda
Está com fortes dores de cabeça e não sabe o que fazer? Baixe o e-book e aprenda a reconhecer os sintomas e realizar os primeiros tratamentos.

Você provavelmente não terá crises toda vez que fumar, mas o uso consistente de nicotina em seu sistema aumentará a probabilidade de enxaquecas.

A fumaça do cigarro também tem um odor distinto. Para alguns pacientes, o cheiro da fumaça do cigarro por si só pode desencadear a enxaqueca. Assim, os não fumantes que passam tempo com os fumantes podem ter enxaquecas mais graves e frequentes devido ao fumo passivo.

Sintomas Autonômicos Cranianos

Fumar parece estar associado a um subconjunto específico de sintomas de enxaqueca chamados sintomas autonômicos cranianos ou CAS.

Vença a dor de cabeça de uma vez por todas
Tem dores de cabeça frequentes que não passam nem com ajuda de remédios? Não perca tempo, agende uma consulta na Clínica Regenerati

Esses são sintomas associados aos nervos cranianos, que se estendem pelo rosto, e especificamente, às suas funções autonômicas – funções que você não controla conscientemente, como suor, inflamação e dilatação dos vasos sanguíneos.

Os sintomas incluem:

  • Suor no rosto e na testa;
  • Inchaço das pálpebras;
  • Congestão nasal;
  • Lacrimejamento;
  • Nariz escorrendo.

Embora seja possível sofrer de CAS como não fumante, é mais provável que você desenvolva esses sintomas como fumante.

Tabagismo, Enxaqueca e AVC

A relação entre AVC e enxaqueca foi bem estudada, e a ciência deixa claro que quem sofre de enxaqueca corre um risco maior de ter AVC do que aqueles sem enxaqueca, especialmente as mulheres que sofrem de enxaqueca com aura.

Fumar também é um importante fator de risco para acidente vascular cerebral. Os fumantes atuais têm duas a quatro vezes mais probabilidade de sofrer um AVC em comparação com os não fumantes e os ex-fumantes.

Felizmente, fumar também é um fator de risco sobre o qual você tem controle. Pare de fumar e você reduzirá o risco, mesmo como um paciente que sofre de enxaqueca.

Os Desafios da Retirada

Parar de fumar nunca é tão fácil quanto você espera e pode ser ainda mais desafiador para quem sofre de enxaqueca do que para a população padrão. Quando você usa a nicotina, ela se liga a certos receptores no cérebro, causando a liberação de dopamina. Quando você para de usar nicotina, seus níveis de dopamina caem, causando uma série de sintomas de abstinência, incluindo:

  • Frustração;
  • Ansiedade;
  • Mudanças de humor;
  • Dores de cabeça (não necessariamente enxaquecas);
  • Insônia.

Esses sintomas podem ser gatilhos de enxaqueca. Infelizmente, quando você se abstém da nicotina, pode sofrer mais enxaquecas no início. No entanto, vale a pena prosseguir. Os sintomas de abstinência diminuem muito depois de uma ou duas semanas, e você pode desfrutar de todos os benefícios de não fumar mais – incluindo menos enxaquecas e dores de cabeça, além de um menor risco de sofrer um AVC.

Parar de fumar não é fácil, especialmente quando você sofre de enxaqueca, mas é a melhor escolha para sua saúde a longo prazo.

Esse é um dos motivos pelos quais é tão importante trabalhar com um médico especializado no tratamento de enxaquecas. Se você conseguir controlar suas enxaquecas com uma combinação dos medicamentos certos e com algumas outras mudanças no estilo de vida, será mais fácil parar de fumar.

Mais Informações sobre tabagismo e crises de enxaqueca na Internet:

Artigo Publicado em: 17 de jul de 2016 e Atualizado em: 02 de nov de 2021

Compartilhe:


Dor de Cabeça

A Cefaleia, conhecida popularmente como dor de cabeça, pode ocorrer de modo isolado, quando apresenta um complexo sintomático agudo (como a enxaqueca), ou provida de doenças em desenvolvimento (como infecções). O diagnóstico é baseado na compreensão da fisiopatologia dessas dores de cabeça, na obtenção de um histórico clínico e na realização de um exame físico e neurológico criterioso, para formular um diagnóstico diferencial.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2021 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 23/02/2024