Neurologista - Dr. Willian Rezende

Toxina Botulínica para a Enxaqueca


Toxina Botulínica para a Enxaqueca

A Toxina Botulínica para a Enxaqueca pode ser empregada no tratamento da enxaqueca? Um novo estudo revelou poucas diferenças entre a eficácia dos medicamentos prescritos rotineiramente para a prevenção da enxaqueca, mas uma diferença evidente nos efeitos colaterais experimentados pelos pacientes.

As enxaquecas são uma das principais causas de problemas de saúde e de qualidade de vida reduzida. Pessoas que sofrem com enxaquecas severas precisam de medicação regular para tentar prevenir as crises, além de medicamentos para tratar a crise, em si. Uma nova avaliação dos medicamentos que podem ajudar a prevenir as crises de enxaquecas compara pesquisas publicadas sobre as drogas disponíveis para esse fim, visando encontrar aquelas que oferecem a melhor prevenção da enxaqueca juntamente com o menor número de efeitos colaterais adversos. Você está lendo Toxina Botulínica para a Enxaqueca, novidade da ciência para o bem estar humano.

“Tratamentos preventivos para enxaqueca têm como objetivo reduzir as crises de enxaqueca em até 50%. Há diferentes drogas, empregadas para esse fim. Todas com poder de causar efeitos colaterais. Os pesquisadores realizaram uma revisão dos estudos que testaram as diferenças entre os tipos de drogas e também a sua aceitabilidade em termos de efeitos adversos. Os estudos utilizados apresentavam dados principalmente mulheres de meia idade com enxaqueca episódica que sofriam uma média de cinco crises mensais de enxaqueca”, afirma o neurologista, Willian Rezende do Carmo, CRM-SP 160.140.

Os autores descobriram que todos os medicamentos aprovados utilizados nos ensaios revisados funcionaram melhor do que o placebo na redução das crises de enxaqueca mensais.
Todos eles demonstraram efeitos semelhantes e impediram metade das crises em cerca de 200-400 pacientes a cada 1.000 tratados. Antidepressivos e anticonvulsivantes parecem causar os efeitos colaterais mais incômodos, o que normalmente resulta na suspensão da medicação. Betabloqueadores causaram o menor número de efeitos colaterais.

Toxina Botulínica para a Enxaqueca

Segundo o Dr Willian Rezende, os autores do meta-análise sugerem que as pesquisas futuras examinem os efeitos das novas drogas para a prevenção da enxaqueca, tendo em conta dados demográficos do paciente, histórico familiar de enxaqueca, outras doenças e a resposta a tratamentos anteriores. Eles também sugerem que a vigilância deve ser aumentada para monitorar quaisquer efeitos adversos das drogas atuais para a prevenção de enxaqueca.

Sobre a Toxina Botulínica para a Enxaqueca

“O principal tratamento da enxaqueca é o preventivo. É no cérebro que acontece o disparo excessivo dos neurônios do sistema de dor, que com os tratamentos passam a ficar equilibrados. Os tratamentos podem ser medicamentosos ou não medicamentosos. Todos tem a mesma faixa de resposta terapêutica, cerca de 50% de diminuição da dor em 50% das pessoas. As dores de cabeça fortes têm sua intensidade reduzida”, afirma o neurologista.

Muitos medicamentos podem ser utilizados, neuromoduladores (anticonvulsivantes), antidepressivos, betabloqueadores. Novas opções como a toxina botulínica podem ser utilizadas em alguns casos selecionados.

Emprego da Toxina Botulínica para a Enxaqueca

Em 2011, as autoridades americanas de saúde, a Food and Drug Administration (FDA), aprovaram a aplicação da toxina botulínica no tratamento da enxaqueca grave. No mesmo ano, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também aprovou o uso da substância para o mesmo fim no Brasil.

Estudos já apontavam a eficiência da substância no combate à enxaqueca, desde 2006, quando um grupo de cientistas de Taiwan revelou que o Toxina Botulínica para a Enxaqueca tratamento reduzia a frequência e a intensidade das crises em até 60% dos pacientes testados.

Para a nova utilização, os médicos devem injetar a droga no pescoço ou na cabeça do paciente a cada 12 semanas. As injeções da toxina botulínica poderão ser usadas no tratamento da enxaqueca que se caracteriza por dores de cabeças intensas, normalmente agravadas por fatores externos como luz, esforço físico, ruídos e odores. Toxina Botulínica para a Enxaqueca.

A aplicação da toxina botulínica para o tratamento de dores de cabeça surte efeitos somente em pacientes com enxaqueca crônica. A substância parece não ser relevante no alívio dos sintomas de dores de cabeça menos frequentes ou de cefaleia tensional, o tipo mais comum do problema entre adultos. Essas conclusões foram obtidas após pesquisadores da Faculdade de Medicina de Wisconsin, nos Estados Unidos, analisarem 27 trabalhos sobre o assunto. O estudo foi publicado na revista Journal of the American Medical Association (JAMA)”, informa o médico.

Toxina Botulínica para a Enxaqueca
5 100% 14
Compartilhe:

Deixe um Comentário