Neurologista - Dr. Willian Rezende

Quando Devo Suspeitar que Tenho Apneia do Sono?


Em nossa prática clínica, é comum ouvirmos a seguinte pergunta de nossos pacientes: “Eu tenho apneia do sono?” Na maioria das vezes, o ronco é o sinal mais frequente desta condição. Mas existem outros sinais e sintomas que também podem indicar a existência de apneia.

Quando Devo Suspeitar que Tenho Apneia do Sono?

A Apneia do Sono é uma condição crônica que dificulta o sono adequado, pode exacerbar a ansiedade já existente, causa sonolência durante o dia e até mesmo ataques de pânico. Existem diferentes tipos de apneia, sendo o mais conhecido a apneia obstrutiva do sono. Podem ser classificadas como:

  • Apneia obstrutiva do sono: É definida por uma obstrução recorrente das vias aéreas por diversos motivos;
  • Apneia central do sono: É uma alteração neurológica onde o sistema nervoso central é incapaz de ativar os músculos respiratórios. Simplificando, faz com que o cérebro “esqueça” de enviar o sinal correto da respiração durante o sono (a pessoa esquece de respirar por um momento);
  • Apneia mista: Começa com uma pausa respiratória de origem central, seguida por aumento do esforço respiratório devido a vias aéreas obstruídas.

Tenho Apneia de Sono? – Fatores de Risco

A apneia do sono tem como principais fatores de risco alterações anatômicas (como o aumento das amígdalas ou adenoides), infecção, obesidade, enxaqueca, distúrbios endócrinos ou neuromusculares, falência renal ou cardíaca, síndromes genéticas, nascimento prematuro, entre outros.

Se não tratada apropriadamente, pode aumentar o risco de doenças cardíacas, glaucoma, diabetes, AVE, câncer, distúrbios cognitivos e comportamentais, entre outros.

Tenho Apneia do Sono? – Sinais e Sintomas

Alguns sinais e sintomas que podem indicar a existência de apneia são:

  • Ronco frequente e alto;
  • Episódios de respiração reduzida ou ausente;
  • Sono não reparador;
  • Boca seca ao acordar;
  • Dores de cabeça;
  • Dor de dente e na mandíbula;
  • Insônia;
  • Disfunção sexual ou diminuição do libido;
  • Levantar diversas vezes durante a noite para urinar;
  • Acordar com engasgos ou asfixia;
  • Sonolência e fadiga excessivas durante o dia;
  • Diminuição da atenção, vigilância, concentração, coordenação motora e memória verbal e visuoespacial.

O efeito imediato da Apneia do sono é um sono superficial, em que o paciente não consegue dormir profundamente e, portanto, descansar adequadamente. Dessa forma, acorda cansado, tem sonolência diurna e apresenta uma menor capacidade de concentração e raciocínio, podendo afetar o trabalho do paciente.

Existem alguns testes para confirmar a apneia do sono, como o Snore Score, Epworth Sleepiness Scale e o Berlin Sleep Questionnaire.

Estudos do sono que gravam o número de episódios de parada ou diminuição da respiração e de eventos centrais, detectando, também, se os níveis de oxigênio estão baixos durante tais episódios também podem ajudar a diagnosticar a apneia do sono.

Se você apresenta esses sintomas, marque uma consulta, e deixe-nos ajudar.

Veja no vídeo abaixo, mais informações sobre o diagnóstico da apneia do sono:

Referências:

1 – Five Signs That You May Have Sleep Apnea. Mark Reddick. https://www.sleepadvisor.org/signs-sleep-apnea/

2 – Four Sleep Apnea Tests You Can Take Right Now. American Sleep Apnea Association. https://www.sleepapnea.org/learn/sleep-apnea/do-i-have-sleep-apnea/four-sleep-apnea-tests-you-can-take-right-now/

3 – Clues You Might Have Obstructive Sleep Apnea. Arthur Allen. https://www.webmd.com/sleep-disorders/sleep-apnea/features/sleep-apnea-clues#1

4 – Sleep Apnea. U.S Department of Health & Human Services. https://www.nhlbi.nih.gov/health-topics/sleep-apnea

Quando Devo Suspeitar que Tenho Apneia do Sono?
5 100% 12052
Compartilhe:

Deixe um Comentário