Responsive image

Exercício Físico Previne a Enxaqueca

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Conteúdos, Dor de Cabeça

Publicado: 15 de dezembro de 2020 | Atualizado: 22 de julho de 2021

Exercício Físico Previne a Enxaqueca. O exercício regular pode reduzir a frequência e a intensidade das dores de cabeça e das enxaquecas. Quando alguém se exercita, o corpo libera endorfinas, que são os analgésicos naturais do corpo. O exercício reduz o estresse e ajuda as pessoas a dormirem melhor. O estresse e o sono inadequado são dois desencadeadores da enxaqueca.

Embora o exercício físico seja geralmente prescrito como parte da prevenção da enxaqueca, não havia provas científicas suficientes de que ele realmente funcionaria nesse sentido. No entanto, uma pesquisa da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, revelou agora que os exercícios são tão bons quanto as drogas para impedir a enxaqueca.

Continue a leitura e compreenda a realização do estudo e suas descobertas.

Classifique a sua dor de cabeça
Está com dores de cabeça e não sabe o que pode ser ? Faça o nosso teste neurológico para te ajudar a classificar a sua dor de cabeça.

Como o Exercício Físico Previne a Enxaqueca

Os médicos usam uma variedade de diferentes métodos para prevenir enxaquecas: no lado farmacêutico, drogas baseadas no topiramato revelaram-se eficazes; enquanto que os tratamentos não-médicos, com efeitos bem documentados, incluem exercícios de relaxamento e meditação.

O exercício físico também é frequentemente recomendado como parte do tratamento, embora não existissem evidências científicas suficientes de que ele realmente teria qualquer efeito sobre pacientes com enxaqueca.

A Realização do Estudo

Em um estudo randomizado, pesquisadores analisaram detalhadamente como o exercício físico funciona: como um tratamento preventivo para a enxaqueca em comparação aos exercícios de relaxamento e ao emprego do topiramato.

Aprenda como tratar a dor de cabeça aguda
Está com fortes dores de cabeça e não sabe o que fazer? Baixe o e-book e aprenda a reconhecer os sintomas e realizar os primeiros tratamentos.

Publicado na revista Cephalalgia, o estudo envolveu 91 pacientes com enxaqueca, um terço dos quais foram convidados a se exercitarem por 40 minutos, três vezes por semana, sob a supervisão de um fisioterapeuta; outro grupo realizou exercícios de relaxamento e o terceiro apenas recebeu topiramato.

O estudo durou um total de três meses, durante os quais as crises de enxaqueca, os possíveis gatilhos da enxaqueca, o estado de saúde, a qualidade de vida, a capacidade aeróbia e o nível de atividade física foram avaliados antes, durante e após o tratamento proposto pelos pesquisadores. Os acompanhamentos foram realizados três e seis meses após o início do estudo.

Resultados

“Os resultados mostram que o número de crises de enxaqueca caiu em todos os três grupos. Curiosamente, não houve diferença no efeito preventivo entre os três tratamentos. A conclusão é que os exercícios físicos podem agir como uma alternativa para a flexibilização do tratamento, ao uso do topiramato e da toxina botulínica, quando se trata de prevenção de enxaquecas. A recomendação é particularmente adequada para os pacientes que são relutantes ou incapazes de tomar medicamentos preventivos”, afirma o neurologista Willian Rezende do Carmo, CRM-SP 160.140.

Vença a dor de cabeça de uma vez por todas
Tem dores de cabeça frequentes que não passam nem com ajuda de remédios? Não perca tempo, agende uma consulta na Clínica Regenerati

Programa de Exercícios para Enxaqueca

Idealmente, um programa de exercícios deve incluir elementos projetados para melhorar cada um desses componentes:

  • Resistência cardiorespiratória;
  • Força muscular e resistência;
  • Flexibilidade.

A resistência cardiorespiratória pode ser aumentada por meio de atividades que tendem a ser mais vigorosas em intensidade, como:

  • Caminhada rápida;
  • Corrida;
  • Ciclismo;
  • Natação;
  • Pular corda.

Se você conseguir falar durante a execução, saiba que é uma intensidade moderada. Se você precisar parar para recuperar o fôlego depois de dizer apenas algumas palavras, é um exercício vigoroso.

Conforme você atinge as metas de distância ou de intensidade, reajuste-as para mais altas ou mude para uma atividade diferente para continuar se desafiando.

Você pode aumentar a força muscular de forma eficaz levantando pesos, usando pesos livres como halteres ou aparelhos de musculação.

A maneira de se manter motivado para um programa de exercícios é escolher atividades que você goste. Determine quais exercícios podem se adequar ao seu estilo pessoal.

Referência: Cephalalgia

Artigo Publicado em: 24 de jul de 2016 e Atualizado em: 15 de dezembro de 2020

Compartilhe:


Dor de Cabeça

A Cefaleia, conhecida popularmente como dor de cabeça, pode ocorrer de modo isolado, quando apresenta um complexo sintomático agudo (como a enxaqueca), ou provida de doenças em desenvolvimento (como infecções). O diagnóstico é baseado na compreensão da fisiopatologia dessas dores de cabeça, na obtenção de um histórico clínico e na realização de um exame físico e neurológico criterioso, para formular um diagnóstico diferencial.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2024 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 10/05/2024