Responsive image

Entenda o que é Herpes Zoster (Cobreiro)

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Conteúdos, Dor, Neurologia Geral, Toxina Botulínica

Publicado: 31 de maio de 2022 | Atualizado: 31 de maio de 2022

O herpes-zóster, comumente conhecido como cobreiro, é causado pelo vírus Varicela-Zoster (VZV), o mesmo vírus que causa a catapora. Após a infecção por varicela, o vírus fica adormecido nos nervos próximos à coluna e pode ressurgir como herpes-zóster em adultos mais velhos ou pessoas de qualquer idade com um sistema imunológico enfraquecido.

Neste artigo, saiba mais sobre o Herpes-Zóster, seus sintomas e suas formas de tratamento.

O que Pode Ativar o Herpes-Zóster

Uma pessoa infectada com o vírus Varicela-Zoster geralmente terá catapora. A doença pode ser leve ou grave. No entanto, é possível estar infectado com o vírus e não apresentar sintomas.

Teste de Dor Neuropática Lanns-Eva
Esse teste auxilia a determinar se uma dor é neuropática ou não.

Uma vez que alguém tenha sido infectado, o vírus permanecerá adormecido, mas será mantido sob controle pelo sistema imunológico do corpo. À medida que o sistema imunológico enfraquece, o risco de herpes-zóster pode aumentar.

Certos medicamentos, cirurgias de grande porte, queimaduras na pele, HIV, câncer ou estresse emocional, e o aumento da idade podem resultar no enfraquecimento do sistema imunológico.

Sintomas

Caracterizada por uma erupção dolorosa unilateral (um lado do corpo), geralmente em uma área do corpo. O primeiro sinal de herpes-zóster é, muitas vezes, uma dor aguda, formigamento ou dormência sob a pele em um lado do corpo, especialmente nas costas, no abdômen ou no rosto, o que pode levar à coceira ou dor intensa. Cansaço, febre, calafrios, dor de cabeça e dor de estômago também podem ocorrer.

Será que tenho Dor Neuropática ? Por quê não passa ?
Esse livro ensina a reconhecer uma dor neuropática e explica porque ela não passa sozinha como outras dores

Aproximadamente de 1 a 14 dias após o início da dor, uma erupção de pequenas bolhas aparece em uma área avermelhada da pele. A dor ardente e as bolhas seguem um caminho nervoso, muitas vezes, estendendo-se da frente para trás em um lado do corpo ou da cabeça. Tal como acontece com a varicela, depois de alguns dias, as bolhas irão formar crostas. Ao longo de vários dias a semanas, as crostas caem e a pele cicatriza.

Tratamento

Assim que os sintomas aparecem, o médico pode prescrever tratamentos antivirais, que podem acelerar a recuperação e ajudar a prevenir complicações a longo prazo. Quanto mais cedo na infecção a medicação é prescrita, mais eficaz ela é.

O alívio da dor com analgésicos, como o paracetamol, também pode ser necessário. Mas o tratamento de antidepressivos, como a Amitriptilina, e anticonvulsivantes, como Pregabalina ou Gabapentina, também são necessários para reduzir a dor nervosa. Um pano úmido e frio na área afetada pode ajudar a aliviar o desconforto.

Está com tantas dores que nem reconhece mais a origem delas ?
Saiba como reconhecer a Dor Neuropática e acabe com ela definitivamente. Marque uma consulta na Regenerati

A dosagem correta da indicação terapêutica é uma das partes mais importantes do tratamento do herpes-zóster. As dores não são subterapêuticas e a dose necessária para tratar o herpes-zóster é elevada. Além disso, o uso de pomada não costuma ser eficaz.

Em casos em que a dor dura mais de três meses e houver infecção, pode-se considerar o uso da toxina botulínica para a redução da dor pós-herpética.

Riscos

Quando afeta o rosto ou couro cabeludo, pode resultar em dores de cabeça e fraqueza em um lado do rosto (causando uma queda no lado afetado). Pode levar vários meses para que essa fraqueza desapareça.

Também pode afetar o olho, causando ulceração, inflamação ou glaucoma, e, ocasionalmente, perda de visão. Raramente, afeta o ouvido, causando dor de ouvido, perda auditiva, vertigem e/ou zumbido.

Danos crônicos nos nervos podem ocorrer, particularmente em pessoas com mais de 50 anos de idade, causando dor nos nervos (neuropatia), dormência ou formigamento por meses ou anos na área da erupção cutânea. Isso é conhecido como neuralgia pós-herpética.

Tal como acontece com a varicela, as bolhas do herpes-zóster contêm o vírus Varicela-Zoster. É possível que a varicela seja transmitida a um contato próximo de alguém com herpes-zóster que não seja imune à varicela, como entre um avô e um bebê. Cobrir a erupção é recomendado para prevenir a transmissão.

Assista ao vídeo e saiba mais:

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Artigo Publicado em: 19 de nov de 2018 e Atualizado em: 31 de maio de 2022

Compartilhe:


Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2021 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 23/02/2024