Responsive image

Cefaleia Sentinela – Conheça a Dor de Cabeça de Alarme

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Conteúdos, Dor de Cabeça

Publicado: 11 de abril de 2023 | Atualizado: 11 de abril de 2023

A cefaleia sentinela (ou dor de cabeça de alarme) é um tipo de cefaleia secundária que vem acompanhada da hemorragia subaracnóidea espontânea. Ela é uma dor intensa e persistente, e pode durar dias ou até mesmo semanas.

A cefaleia secundária representa um grupo específico, sendo caracterizada pela presença de alterações estruturais no sistema nervoso central, por uma ampla lista de possíveis causas para a dor e por um estado clínico variável.

Dada a importância das cefaleias secundárias, existem vários fatores de risco que devem ser avaliados para auxiliar no diagnóstico. Continue a leitura deste artigo para saber mais.

Classifique a sua dor de cabeça
Está com dores de cabeça e não sabe o que pode ser ? Faça o nosso teste neurológico para te ajudar a classificar a sua dor de cabeça.

Dor de Cabeça de Alarme

A cefaleia sentinela foi descrita como uma dor de cabeça muito intensa por todos os pacientes. Imagine que você está sentado em silêncio em sua cadeira quando um relâmpago inesperado e um trovão o assustam. Agora, imagine que isso acontece dentro da sua cabeça.

O vazamento de sangue de um aneurisma cerebral é o que causa essa dor de cabeça tão súbita e intensa. Os aneurismas têm pontos fracos que aumentam gradualmente de tamanho até se romperem. Isso pode levar a danos cerebrais graves ou até a morte. A cefaleia de advertência foi chamada de cefaleia “sentinela”, mas ocorre apenas em 10% – 43% das pessoas com ruptura de aneurisma. Esses pequenos vazamentos que levam à dor de cabeça de alarme podem ocorrer dias a semanas antes de uma ruptura.

Quando a Cefaleia Sentinela está Relacionada ao AVC

Apenas uma pequena parte dos AVCs estão relacionados à dor de cabeça e quando o caso é esse, tipicamente são AVCs hemorrágicos.

Aprenda como tratar a dor de cabeça aguda
Está com fortes dores de cabeça e não sabe o que fazer? Baixe o e-book e aprenda a reconhecer os sintomas e realizar os primeiros tratamentos.

Os AVCs hemorrágicos, em grande parte, são causados pelo rompimento de aneurismas – estruturas saculares, como um balão de membrana fina que se forma em um vaso. Esse balão fica cheio de sangue e caso ele venha a estourar, o sangue vaza para fora do vaso, irritando e destruindo os tecidos ao redor.

O AVC hemorrágico, especialmente quando causado por rompimento de aneurisma, é uma doença extremamente grave e com uma mortalidade alta. Os sobreviventes a ele, normalmente, possuem um grande número de sequelas.

Sinais e Sintomas

Essas dores de cabeça são frequentemente ignoradas ou atribuídas a outras situações inofensivas que também podem causar dores de cabeça explosivas. Existem “sinais de alerta”, no entanto, que indicam ao paciente e ao médico que uma ação imediata é necessária:

Vença a dor de cabeça de uma vez por todas
Tem dores de cabeça frequentes que não passam nem com ajuda de remédios? Não perca tempo, agende uma consulta na Clínica Regenerati
  • Sentir que é a pior dor de cabeça da vida;
  • Ter mais de 50 anos;
  • Perda de consciência ou colapso;
  • Sintomas neurológicos, como dormência ou fraqueza nos braços ou nas pernas, fala arrastada ou convulsões.

O que Fazer ao Ter uma Dor de Cabeça de Alarme?

Certamente, parece confuso. O início súbito de uma dor de cabeça sentinela pode ser o único aviso de uma condição mortal. Por outro lado, na grande maioria das vezes, essas dores de cabeça são benignas e não são motivo de alarme.

É importante considerar que o risco de não fazer nada é muito alto. Educamos as pessoas a ligar para o serviço de emergência e ir ao Pronto-Socorro se acharem que estão tendo um AVC ou ataque cardíaco. A maioria de nós entende esse senso de urgência.

Se você experimentar o “novo” início de uma dor de cabeça explosiva que considera a pior dor de cabeça da sua vida, vá para a emergência. Insista para que façam uma tomografia computadorizada do seu cérebro. A última geração de scanners é quase 100% precisa na detecção de hemorragias no cérebro. Essa precisão diminui rapidamente com o tempo, então, não se oponha se o médico também quiser fazer uma punção lombar, um exame mais invasivo, mas que pode ajudar no diagnóstico.

Você não ignoraria uma dor esmagadora no peito, então, não ignore uma tempestade furiosa em sua cabeça.

Prevenção

Infelizmente existem poucas formas de prevenir aneurismas cerebrais. A única descoberta confirmada foi a investigação de aneurismas em familiares de primeiro grau (aqueles que foram diagnosticados com aneurisma e cefaleia sentinela).

Por isso, é tão importante se informar sobre a condição: para que não haja dúvidas de quando buscar um atendimento neurológico ou um Pronto-Socorro com neurologista.

Assista ao vídeo e saiba mais:

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Artigo Publicado em: 15 de fevereiro de 2019 e Atualizado em: 11 de abril de 2023

Compartilhe:


Dor de Cabeça

A Cefaleia, conhecida popularmente como dor de cabeça, pode ocorrer de modo isolado, quando apresenta um complexo sintomático agudo (como a enxaqueca), ou provida de doenças em desenvolvimento (como infecções). O diagnóstico é baseado na compreensão da fisiopatologia dessas dores de cabeça, na obtenção de um histórico clínico e na realização de um exame físico e neurológico criterioso, para formular um diagnóstico diferencial.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2021 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 08/04/2024