Neurologista - Dr. Willian Rezende

Causas da Insônia Além de Ansiedade e Depressão


A insônia é um distúrbio do sono que dificulta o processo de adormecer, permanecer dormindo ou voltar a dormir. As principais causas da insônia podem prejudicar seu nível de energia e humor, sua saúde, desempenho no trabalho e qualidade de vida.

Veja neste artigo quais são as principais condições, além da ansiedade e da depressão, que podem levar ao desenvolvimento da insônia.

Causas da Insônia

Em algum momento da vida, é comum sofrer com uma insônia de curta duração, que perdura por dias ou semanas. Geralmente, esta condição é resultante de estresse ou um evento traumático. Mas a insônia também pode ser de longo prazo, durando um mês ou mais.

Causas da Insônia – Condições Médicas

A insônia crônica pode estar associada a condições médicas ou ao uso de certos medicamentos. Tratar a condição médica pode ajudar a reparar o sono, mas a insônia pode persistir mesmo após a melhora da condição médica. Causas médicas para a insônia incluem:

Transtornos mentais – Transtornos de estresse pós-traumático, por exemplo, podem atrapalhar o sono, culminando em despertares cedo demais.

Medicamentos – Muitos remédios controlados podem interferir no sono, principalmente certos antidepressivos e medicamentos para asma ou pressão alta. Medicamentos para alergia, resfriado e perda de peso contêm cafeína e outros estimulantes que podem atrapalhar o sono.

Doenças – Exemplos de condições relacionadas à insônia incluem: dor crônica, câncer, diabetes, doença cardíaca, asma, doença do refluxo gastroesofágico, tireoide hiperativa, doença de Parkinson e doença de Alzheimer.

Distúrbios do sono – Exemplos de distúrbios do sono relacionados à insônia incluem a apneia do sono (esta condição faz a pessoa parar de respirar por alguns segundos durante a noite, interrompendo seu sono) e a síndrome das pernas inquietas (consiste em sensações desagradáveis nas pernas e um desejo irresistível de movê-las, dificultando o sono).

Causas da Insônia – Condições Comportamentais

A insônia crônica geralmente é resultado de estresse, eventos de vida ou hábitos que perturbam o sono. Causas comportamentais de insônia crônica incluem:

Estresse – Preocupações constantes podem manter sua mente ativa à noite, dificultando o sono. Eventos de vida estressantes ou traumas (como a morte ou doença de um ente querido, divórcio ou perda de emprego) também podem levar à insônia.

Viagem ou horário de trabalho – Podem interromper os ritmos circadianos do corpo, levando à insônia.

Maus hábitos de sono – Os maus hábitos de sono incluem sonecas, atividades estimulantes à noite, usar a cama para trabalhar, comer ou assistir à TV. Usar o computador, jogar videogame ou usar o smartphone logo antes de dormir também podem interferir no ciclo do sono.

Comer muito tarde à noite – Consumir um lanche leve antes de dormir não faz mal, mas comer demais pode fazer com que você se sinta desconfortável fisicamente enquanto está deitado. Muitas pessoas também experimentam azia, um refluxo de ácido estomacal para o esôfago depois de comer, que pode mantê-las acordadas.

Uso de cafeína, nicotina e álcool – Café, chá, refrigerante de cola e outras bebidas cafeinadas são estimulantes. Beber no final da tarde ou à noite pode impedir que você adormeça à noite. A nicotina nos produtos do tabaco é outro estimulante que pode interferir no sono. O álcool pode ajudá-lo a adormecer, mas evita estágios mais profundos do sono e geralmente causa despertares noturnos.

Causas da Insônia Relacionadas ao Envelhecimento

A insônia se torna mais comum com a idade. Conforme a pessoa envelhece, ela pode experimentar:

Mudanças nos padrões de sono – O sono muitas vezes se torna menos repousante à medida que você envelhece, então é mais provável que o ruído ou outras mudanças em seu ambiente o despertem. Com a idade, seu relógio interno geralmente avança, então você se cansa mais cedo e acorda mais cedo de manhã. Mas geralmente, os idosos ainda precisam da mesma quantidade de sono que os jovens.

Mudanças nas atividades sociais – Você pode tornar-se menos ativo fisicamente ou socialmente, conforme a idade avança. A falta de atividade pode interferir em uma boa noite de sono. Além disso, quanto menos ativo você for, maior a probabilidade de tirar uma soneca diária, o que pode interferir no sono à noite.

Mudanças nas condições de saúde – A dor crônica causada por condições como artrite ou problemas nas costas pode interferir no sono. Questões que aumentam a necessidade de urinar durante a noite (como problemas na próstata ou na bexiga) também podem atrapalhar o sono. A apneia do sono e a síndrome das pernas inquietas se tornam mais comuns com a idade.

Uso de mais medicamentos – Os idosos geralmente utilizam mais medicamentos controlados do que os mais jovens, o que aumenta a chance de insônia associada aos medicamentos.

Se a insônia vem dificultando o seu desempenho durante o dia, consulte um médico do sono que possa identificar a causa do seu problema e indicar o tratamento adequado.

Clique aqui para fazer nosso Teste Gratuito e receber uma avaliação sobre as dificuldades com o sono que você possa ter vivenciado.

Se quiser receber notícias sobre insônia através do seu chat do Facebook, clique aqui.

Fonte: https://bjgp.org/content/62/595/e99

Causas da Insônia Além de Ansiedade e Depressão
3.5 70% 2
Compartilhe:

Deixe um Comentário