Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo


AVC em Jovens – Saiba Mais!

Categorias: AVC, NOTÍCIAS




AVC em Jovens – Saiba Mais!

Publicado: 13/03/19 | Atualizado: março 13, 2019

O Acidente Vascular Cerebral (ou AVC) ainda é a principal causa de mortalidade no Brasil, e sempre esteve mais relacionado a pessoas de maior idade. De fato, o envelhecimento é o fator de risco não modificável mais significativo para o AVC. Mas, por que pessoas mais jovens também têm AVC? Continue lendo este artigo para saber mais sobre.

A Ocorrência de AVC em Jovens

Para a maioria dos jovens, o risco de ter um derrame parece ser nulo – mas isso é uma afirmação errônea e irresponsável. Não existe “ser muito jovem para sofrer AVC”.

O risco de AVC aumenta com a idade, mas o AVC em jovens, incluindo bebês, crianças, adolescentes e adultos também pode acontecer.

Na maioria das vezes, o AVC em pessoas jovens não acontece pelas mesmas causas que atingem os idosos. Nos mais velhos, a hipertensão arterial, diabetes mellitus, tabagismo, colesterol alto e problemas do coração são os principais fatores de risco para o problema.

Já nos jovens, uma série de doenças (muitas vezes raras) aparecem como possíveis causas do AVC, como por exemplo: vasculites como o Lúpus Eritematoso Sistêmico, trombofilias e infecções. Assim, a pesquisa para a possível causa de um AVC em jovens e idosos é bastante diferente.

Causas do AVC em Jovens

Cada vez mais, jovens estão sofrendo AVCs pelos mesmos fatores de risco que as pessoas de maior idade, ou seja, obesidade, hipertensão, colesterol alto, entre outros fatores de risco tradicionais para o acidente vascular cerebral.

A maioria desses jovens não estão cientes dos fatores que podem colocá-los em risco de sofrer um AVC. Isso costuma acontecer porque a maioria dos adultos jovens está dispensando certos exames, como testes de colesterol, pressão sanguínea e açúcar no sangue, acreditando que não precisam pois ainda são jovens.

Sintomas e Sequelas do AVC em Jovens

Do ponto de vista de sintomas e sequelas, não é possível diferenciar um AVC em jovens de outro em idosos, ou seja, uma determinada artéria que entope no cérebro jovem também pode entupir no cérebro do idoso, e as sequelas são iguais, apesar de obviamente variarem de pessoa para pessoa. A diferença entre os dois está na causa desta obstrução.

Recuperação pós AVC

É praticamente uma regra o fato de que jovens possuem mais facilidade de se recuperar, pois seu cérebro possui maior chance de recuperação. Assim, lesões extensas em áreas eloquentes do cérebro de um idoso podem jamais apresentar uma recuperação, enquanto em um cérebro jovem poderão pelo menos se reverter parcialmente.

Um artigo descobriu que a recuperação é muito melhor para pessoas mais jovens do que para adultos mais velhos, como por exemplo:

  • A sobrevivência de jovens é maior de 90%, já a de idosos é de 40%;
  • 90% dos jovens são capazes de viver de forma independente (40% para idosos que sofreram AVC);
  • 50% a 70% dos jovens são capazes de retornar ao trabalho após AVC.

Mas mesmo que a capacidade de recuperação de jovens seja maior, ela pode significar uma vida inteira de recuperação e perda de muitos anos produtivos. Cerca de 15 a 30% das pessoas que têm um AVC, sofrem com alguma incapacidade a longo prazo.

É preciso ficar atento aos sinais e sintomas de um AVC, e na primeira suspeita, levar a um pronto atendimento para o melhor manejo do caso.

Fonte: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4348138/


AVC

Popularmente conhecido como AVC, o Acidente Vascular Cerebral pode ser definido como o surgimento de um déficit neurológico súbito, causado por um problema nos vasos sanguíneos do sistema nervoso central. Dividido em dois subtipos, isquêmico e hemorrágico, o AVC pode ser evitado com a prática regular de exercícios físicos, alimentação saudável, abandono dos hábitos de fumar e ingerir álcool frequentemente.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , , , , , , , , , , , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.



Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!


Willian Rezende do Carmo, 2019 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 01/12/2019