Responsive image

Quando Devo Tratar o Ronco?

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: Apneia do Sono, Conteúdos

Publicado: 1 de março de 2022 | Atualizado: 1 de março de 2022

Tratar o Ronco. O ronco tem sido usado como um dispositivo cômico em desenhos animados, canções de ninar e seriados há anos, e todos nós já demos uma risada. No entanto, por causa dessas cenas alegres, é fácil descartar a gravidade do ronco durante o sono. Além de nosso parceiro sofrer com o barulho a noite toda, é fácil subestimar o impacto do ronco em nossa saúde e sono.

Pode parecer trivial consultar um médico sobre o ronco, mas o ronco pode afetar a qualidade do seu sono e, consequentemente, como você se sente a cada dia, e o ronco é um dos sintomas mais comuns da apneia do sono.

Continue a leitura e compreenda quando é necessário tratar o ronco.

O que é Ronco?

O ronco é o som de reverberação quando os músculos da boca e da garganta relaxam durante o sono e restringem as vias aéreas. É uma indicação de respiração desordenada do sono e pode ser prejudicial à qualidade do sono de uma pessoa.

O ronco geral não é uma ocorrência incomum entre os adultos. Cerca de 40% dos homens e cerca de 30% das mulheres roncam ocasionalmente, com cerca de 15% da população total roncando mais frequentemente. Há uma escala de magnitude: em uma extremidade está o ronco simples, na outra, está o ronco como sintoma de apneia do sono.

Como o Ronco Acontece

Quando seus músculos relaxam demais ao se deitar para dormir, sua respiração fica restrita tanto pela garganta quanto pelo nariz. Essa turbulência do fluxo de ar faz com que o tecido em suas vias aéreas vibre, produzindo o ruído característico do ronco.

Se o fluxo de ar for bloqueado completamente, você para de respirar por um segundo e seu cérebro ativa mecanismos para engasgar ou tossir. Essa reação subconsciente é o que pode atrapalhar seus padrões de sono e qualidade do sono, especialmente se estiver ocorrendo muitas vezes durante a noite por um período contínuo de tempo.

Uma vez que a qualidade do sono é afetada, você pode sentir que não dormiu bem. Todos nós já tivemos aqueles dias em que a falta de sono pode causar dores de cabeça, irritabilidade e fadiga. Mas se isso for por um período prolongado de tempo, pode começar a afetar sua saúde.

Causas

Geralmente, as causas do ronco podem ser classificadas em dois grupos: fatores temporários e estruturais.

As causas temporárias do ronco são apenas de curto prazo e geralmente desaparecem com o tempo – junto com o próprio ronco. Essas podem incluir:

  • Medicação sedativa;
  • Consumo de álcool;
  • Tabagismo;
  • Alergias sazonais;
  • Amígdalas ou adenoides inchadas, especialmente em crianças;
  • Posição de dormir;
  • Resfriado ou gripe.

Esses fatores não são permanentes e o ronco deve cessar à medida que essas condições mudam. No entanto, os fatores estruturais são mais de longo prazo e incluem:

  • Fraqueza do músculo da garganta, fazendo com que a garganta se feche durante o sono;
  • Mandíbula desalinhada, muitas vezes causada por tensão nos músculos;
  • Acúmulo de gordura dentro e ao redor da garganta;
  • Obstrução na passagem nasal;
  • Forma geral do nariz;
  • Tecidos na parte superior das vias aéreas se tocando, causando vibrações;
  • Problemas nasais e sinusais;
  • Excesso de peso e obesidade;
  • Gravidez;
  • Envelhecimento, à medida que sua garganta se torna mais estreita e o tônus ​​​​muscular diminui;
  • A forma da sua cabeça e do seu pescoço, pois pode criar uma via aérea menor do que o normal.

Seu médico especialista em sono pode ajudá-lo a entender quais fatores estão contribuindo para o seu ronco.

Quando Devo Tratar o Ronco?

Quando o ronco se torna algo recorrente, é importante procurar auxílio médico para achar a causa e assim decidir qual o melhor tratamento.

Abaixo, estão alguns sinais gerais que indicam que é hora de marcar uma consulta com um neurologista especialista em Medicina do Sono:

  • Ronco muito alto que pode ser ouvido no quarto ao lado;
  • Continuamente, ficar ofegante ou engasgado quando na cama;
  • Insônia contínua;
  • Sensação crônica de estar cansado todos os dias;
  • Mudanças de humor consideráveis ​​devido ao cansaço diário;
  • Acordar em horários inusitados;
  • Acordar abruptamente com a garganta seca muitas vezes;
  • Sentir dor que impede o sono.

Um profissional de saúde pode verificar esses sintomas e fornecer conselhos sobre as próximas etapas necessárias.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Artigo Publicado em: 9 de fev de 2018 e Atualizado em: 1 de março de 2022

Compartilhe:


Apneia do Sono

A apneia do sono é uma condição caracterizada por pausas na respiração que duram alguns segundos, e que ocorrem diversas vezes durante o sono. Essa doença classifica-se como Apneia Obstrutiva do Sono ou Apneia Central do Sono. Suas causas e tratamentos podem variar, e o ronco é um importante sintoma. O diagnóstico é feito pela avaliação dos sintomas e do exame de Polissonografia.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2024 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 19/05/2024