Responsive image

Deficiência após um AVC

Neurologista - Dr. Willian Rezende do Carmo

Categorias: AVC, Conteúdos

Publicado: 3 de julho de 2016 | Atualizado: 19 de novembro de 2020

Deficiência após um AVC: Depois de sofrer um acidente vascular cerebral, cerca de três quartos dos pacientes apresentam algum tipo de deficiência. A extensão dos sintomas do paciente depende do grau e da localização do dano no tecido cerebral, após o acidente vascular cerebral.

Deficiência após um AVC

Em março desse ano, os pesquisadores  revelaram que utilizar uma molécula pequena, adaptada para desligar a produção de um neuromodulador chave no cérebro, é possível reduzir drasticamente o dano cerebral do acidente vascular cerebral em ratos.

O neuromodulador em questão  é o gás sulfeto de hidrogênio (H2S). A sua produção é cuidadosamente controlada no cérebro. Depois de um acidente vascular cerebral, níveis de H2S parecem ser elevados, levando a danos no tecido cerebral, mas os detalhes de como isso acontece ainda eram pouco conhecidos.

Pesquisadores projetaram  uma maneira rápida

Os pesquisadores projetaram  uma maneira rápida para sintetizar moléculas que inibiriam a produção de H2S. Eles demonstraram in vitro que estes compostos bloqueiam uma enzima chamada CBS de produzir o H2S, imitando um dos seus outros produtos.

Deficiência após um AVC, Quando o novo composto foi injetado uma hora após a simulação de um acidente vascular cerebral, os autores observaram uma redução de cerca de 70% na gravidade dos danos observados num acidente vascular cerebral. Os resultados foram ainda mais impressionantes no pré-tratamento.

“Os autores concluem que o uso dessas moléculas  ajudará os pesquisadores a dissecar o mecanismo subjacente à lesão neuronal e servirá como um importante ponto de partida para o desenvolvimento de compostos e drogas que agem de forma semelhante”, afirma o neurologista, Willian Rezende do Carmo, CRM-SP 160.140.

Mais Informações na Internet sobre Deficiência após um AVC

Compartilhe:


AVC

Popularmente conhecido como AVC, o Acidente Vascular Cerebral pode ser definido como o surgimento de um déficit neurológico súbito, causado por um problema nos vasos sanguíneos do sistema nervoso central. Dividido em dois subtipos, isquêmico e hemorrágico, o AVC pode ser evitado com a prática regular de exercícios físicos, alimentação saudável, abandono dos hábitos de fumar e ingerir álcool frequentemente.

Compartilhar:


Agende sua Consulta!



Tags:, , , , , ,


Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.


Neurologista- Doenças Neurológicas e Sistema Nervoso - Neurologia Hoje
Pergunte ao Doutor!

Tire suas dúvidas atráves do nosso fórum!



Willian Rezende do Carmo, 2024 | Desenvolvido e Monitorado por IT9 - ABCtudo. Todos os direitos reservados. | Data da última modificação: 10/05/2024