Neurologista - Dr. Willian Rezende

Causas Sérias de Tontura


A Tontura é um sintoma comum que a maioria das pessoas já vivenciou. Neste artigo não falaremos de tonturas comuns, como a vertigem posicional paroxística benigna, a vulgalabirintite, ou a tontura causada por movimentos bruscos. Falaremos de causas sérias, que necessitam de investigação médica pois podem estar relacionadas a doenças neurológicas e cardiológicas.

Causas Sérias de Tontura

As alterações do fluxo de sangue no cérebro e a disautonomia (diabetes, doenças neurológicas) são exemplos de tonturas sérias. Veja a seguir diversas causas sérias das tonturas:

  • Pressão alta demais: Quando a pressão sobe de maneira muito abrupta e acelerada, e pode vir acompanhada de tonturas inespecíficas. E a junção dessa tontura rápida com a pressão muito elevada causa grandes riscos de associação com AVC e danos neurológicos permanentes.
  • Baixo fluxo de sangue no cérebro: (Não necessariamente pressão baixa), é quando o fluxo de sangue no cérebro cai, a pessoa sente os membros inferiores ficarem fracos, a visão começa a escurecer, e as tonturas se iniciam com sintomas de desequilíbrio e desmaio.
  • Alteração no açúcar do sangue: A alteração no açúcar do sangue também pode ser uma causa séria de tonturas, tanto uma subida muito rápida do nível de glicose, como mais comumente pela queda da mesma. Se o nível de glicose no sangue cai, a pessoa se sentirá tonta e com náuseas, ficará pálida, irá transpirar e suar. Às vezes a tontura pode ser a junção do baixo fluxo de sangue com hipoglicemia, considerada como uma causa séria e comum de tonturas, assim como a hiperglicemia. As tonturas causadas pela alteração de açúcar no sangue atuam de maneira diferente, elas não vão embora, não passam, além de transmitir sensação de perda de controle, como se as pernas não obedecessem. O corpo perde coordenação e equilíbrio, e esses sintomas são intensificados quando assimilados a náuseas e vômitos, podendo levar a um AVC. Entretanto, o AVC desse caso, é diferente do AVC comum.
  • Arritmia: Também pode ser um fator, o sangue não consegue ser bombeado da maneira devida e eficaz, atrapalhando sua passagem no cérebro da maneira correta, fazendo com que a pessoa sinta constante fenômenos de baixo fluxo cerebral com tonturas. Ou seja, doenças cardíacas, especialmente arritmias ou a fibrilação atrial são causas sérias de tontura.
  • Queda da vitamina B12 no sangue: Se a pessoa não consome carnes, vegetais verdes, folhosos, ou de coloração escura, facilmente ela terá queda de vitamina B12 no sangue, podendo causar uma tontura inespecífica com uma sensação de ataxia.
  • Tontura associada à enxaqueca: A tontura associada à enxaqueca é um sintoma focal, uma aura e a pessoa não precisa necessariamente ter dores de cabeça para ter  tonturas. Os sintomas nesse caso se assemelham aos da labirintite. Mas infelizmente a enxaqueca é considerada comum e não é tão preocupante, entretanto se a pessoa possui esses sintomas ela deve evitar tomar anticoncepcionais orais e a prática do fumo, pois esses elementos aumentam muito os riscos de AVC. Além disso, é necessário iniciar um tratamento de profilaxia, de prevenção, para evitar outros fenômenos de tonturas e de enxaqueca.

 

Fonte: https://www.uptodate.com/contents/approach-to-the-patient-with-dizziness

Compartilhe

Ligue agora e agende sua consulta:

(11) 3522-9515




Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *