Neurologista - Dr. Willian Rezende

O que é Apneia Central do Sono?


A apneia do sono é uma doença crônica e evolutiva, que varia entre obstrução parcial ou total das vias respiratórias, causando paradas repetidas e temporárias da respiração enquanto a pessoa dorme.

Este fenômeno ocorre porque as vias aéreas entram em colapso, impedindo que o ar chegue até os pulmões, ou seja, apneia é a ausência de ventilação do pulmão. A origem da palavra Apneia vem de “pneia”, derivado do grego pneuma, que significa respirar (entre outros significados similares), e o “A” é um sufixo de negação.

Apneia quer dizer literalmente não respirar. Ficar sem respirar ou sem realizar a troca de gases pode ser ocasionado por dois diferentes fatores: a obstrução das vias respiratórias, ou a falha do sistema nervoso central em enviar sinais para que os músculos da caixa torácica realizem os movimentos da respiração. Às vezes, a apneia central e a obstrutiva podem acontecer simultaneamente.

Apneia Central do Sono – O que é?

A apneia central do sono é a falta de estímulo para respirar durante o sono, resultando em períodos repetitivos de ventilação insuficiente, o que compromete a troca gasosa. Esses distúrbios respiratórios noturnos podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares adversas.

No caso da apneia do sono central pura (e não obstrutiva), os centros de controle respiratório do cérebro não estão funcionando corretamente. O cérebro deve detectar o natural acúmulo de CO2 no sangue (o gás que deve ser retirado do corpo), e consequentemente mandar sinais contínuos para os músculos da caixa torácica realizarem os movimentos respiratórios.

Como o “sensor” está falhando, há necessidade de um acúmulo muito maior de CO2 para que ele ative os músculos da respiração. Por isso, a pessoa que está dormindo para de respirar por até dois minutos, e somente depois recomeça a respirar, geralmente de modo exagerado.

Apneia Central do Sono – Causas

A Apneia Central do sono pode ser causada por fatores diversos, como pelo uso de narcóticos. Síndromes de hipoventilação da obesidade e respiração também podem ser causadores.

A apneia central tipicamente é causada por doenças neurológicas, como AVC, traumatismo craniano, ou de maneira mais comum, por insuficiência cardíaca ou doenças neurológicas degenerativas, como Alzheimer. Comumente, também vemos pessoas que têm apneia central causada por medicamentos, principalmente opióides e benzodiazepínicos.

Apneia Central do Sono – Tratamento

Normalmente, alguns dos tratamentos para a apneia obstrutiva do sono beneficiam também pessoas com apneia central do sono. Tais tratamentos incluem:

  • Perder peso;
  • Evitar o uso de álcool e pílulas que induzem o sono, pois esses podem causar o colapso das vias aéreas durante o sono;
  • Optar por dormir de lado nos casos em que dormir de costas causa eventos apnéicos, podendo utilizar também travesseiros ou outros dispositivos para assegurar que o paciente não mude de posição durante o sono;
  • Usar sprays nasais ou tiras respiratórias para manter o ar fluindo, caso haja problemas de sinusite ou congestão nasal;
  • Evitar a privação do sono.

Embora o uso do CPAP (máscara de controle durante o sono) seja a marca registrada do tratamento de apneia do sono, no caso da apneia central do sono o BiPAP ou até mesmo o Servo Ventilador Automático são mais recomendados.

Para saber mais assista ao vídeo:

Fonte: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2287191/

Compartilhe

Apneia do Sono

A apneia do sono é uma condição caracterizada por pausas na respiração que duram alguns segundos, e que ocorrem diversas vezes durante o sono. Essa doença classifica-se como Apneia Obstrutiva do Sono ou Apneia Central do Sono. Suas causas e tratamentos podem variar, e o ronco é um importante sintoma. O diagnóstico é feito pela avaliação dos sintomas e do exame de Polissonografia.



Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *