Neurologista - Dr. Willian Rezende

Início da Doença de Parkinson no Organismo

Os critérios atuais para o diagnóstico de doença de Parkinson são baseados na presença dos quatro sintomas clássicos: bradicinesia, tremor, rigidez e anormalidades posturais. Por outro lado, manifestações não-clássicas, como sintomas não-motores sutis, são frequentes antes do início da doença de Parkinson.

Entre os sintomas não motores, estão os distúrbio do sono REM, com sonolência diurna excessiva, distúrbios neuropsiquiátricos, como depressão e comprometimento sensorial, como a perda olfativa. Além desses, podem ser observados constipação, hipotensão sintomática, disfunção erétil e urinária.

Início da Doença de Parkinson

Sintomas Não Motores

Alguns sintomas não motores podem ser detectados muito cedo no processo da doença, como no caso do distúrbio do sono REM, depressão e constipação. Outras descrições subjetivas de sintomas que podem ocorrer nos estágios iniciais da doença de Parkinson podem incluir sensação de tremor interno, dores musculares e déficit de discriminação de sabor e cores.

Início da Doença de Parkinson – Embasamento Científico

Entre os trabalhos realizados para esclarecer este tema, está um estudo conduzido pelo Departamento de Neurodegeneração do Hertie Institute of Clinical Brain Research, e pelo Centro Alemão de Doenças Neurodegenerativas da Universidade de Tübingen, ambos na Alemanha, com resultados publicados na edição de março de 2011 do periódico Movement Disorders.

Foi realizado um estudo retrospectivo de 93 pacientes com doença de Parkinson sem demência e 93 controles com sexo e idade variados e sem distúrbios neurodegenerativos.

Um total de 98,8% de todos os pacientes entrevistados relataram ter experimentado sintomas antes de receber o diagnóstico inicial de Parkinson. O tempo médio entre o início do início de cada síntoma e o diagnóstico foi de 10,2 anos.

Atenção ao Início da Doença de Parkinson

A intervenção terapêutica que pode retardar o desenvolvimento da doença de Parkinson, antes da ocorrência de comprometimento motor, é uma grande necessidade médica. Embora novos tratamentos sejam promissores para o tratamento da doença, atualmente não há nenhum procedimento disponível que possa diagnosticar a doença de Parkinson antes do início dos sintomas motores, estágio em que a maioria dos neurônios produtores da dopamina já morreu ou sofreu danos.

Dessa forma, é extremamente importante manter atenção a estes sintomas, para que o diagnóstico seja realizado o mais cedo possível.

Início da Doença de Parkinson no Organismo
5 100% 4
Compartilhe:

Deixe um Comentário