Neurologista - Dr. Willian Rezende

Pseudotumor Cerebral: Saiba Mais!


O pseudotumor cerebral ocorre quando a pressão dentro do crânio (pressão intracraniana) aumenta sem nenhuma razão aparente. Os sintomas imitam os de um tumor cerebral, mas na realidade não há tumor presente. Pode ocorrer em crianças e adultos, mas é mais comum em mulheres com idade fértil e que sofrem de obesidade.

Sintomas do Pseudotumor Cerebral

Os sinais e sintomas do pseudotumor cerebral podem incluir:

  • Dores de cabeça moderadas a graves, que se originam atrás dos olhos e podem piorar com o movimento;
  • Zumbido nos ouvidos, que pulsa no ritmo do batimento cardíaco (zumbido pulsátil);
  • Náusea, vômito ou vertigem;
  • Visão turva ou escurecida;
  • Episódios breves de cegueira, durando apenas alguns segundos e afetando somente um ou ambos os olhos (obscurecimentos visuais);
  • Visão dupla (diplopia);
  • Flashes de luz (fotopsia);
  • Dor no pescoço, ombro ou costas.

Causas do Pseudotumor Cerebral

A causa exata do pseudotumor cerebral na maioria dos indivíduos é desconhecida, mas pode estar ligada a uma quantidade excessiva de líquido cefalorraquidiano dentro dos limites ósseos de seu crânio.

O cérebro humano e medula espinhal são cercados por líquido cefalorraquidiano, que age como uma almofada para proteger tecidos vitais de lesões. Este fluido é produzido no cérebro, e num certo ponto é absorvido pela corrente sanguínea. O aumento da pressão intracraniana no pseudotumor cerebral pode ser resultado de um problema no processo de absorção.

Em geral, sua pressão intracraniana aumenta quando o conteúdo do crânio excede sua capacidade.

Fatores de Risco do Pseudotumor Cerebral

Os seguintes fatores foram associados ao pseudotumor cerebral:

  • Obesidade: cerca de 4 a 21 mulheres obesas em 100.000 desenvolvem a condição. Principalmente as mulheres mais novas que 44 anos;
  • Medicamentos como hormona de crescimento, Tetraciclina, e Excesso de vitamina A;
  • Problemas de Saúde como Anemia, Lúpus, entre outros.

Complicações do Pseudotumor Cerebral

Algumas pessoas com essa doença passam por uma progressiva piora da visão, e podem até mesmo tornar-se cegas.

Mesmo que seus sintomas tenham sido solucionados, eles podem voltar em alguns meses ou até anos depois.

Diagnóstico do Pseudotumor Cerebral

Para diagnosticar a sua condição, o seu médico irá rever os seus sintomas e histórico médico, realizar um exame físico e solicitar alguns outros testes.

Exames Oftalmológicos

Se houver suspeita de pseudotumor cerebral, o oftalmologista procurará um tipo distinto de inchaço que afeta o nervo óptico, chamado papiledema, na parte de trás do olho.

Também há um teste de campos visuais para ver se há pontos cegos em sua visão, além do chamado ponto cego normal em cada olho, onde o nervo óptico entra na retina. Dentre os exames que podem ser pedidos, estão:

  • Ressonância magnética;
  • Tomografia computadorizada;
  • Punção lombar, para medir a pressão dentro do crânio, bem como os níveis de glicose e proteína.

Tratamento do Pseudotumor Cerebral

O objetivo do tratamento para pseudotumor cerebral é melhorar os sintomas e evitar que a visão piore. Dependendo de sua condição, seu médico pode receitar medicamentos ou recomendar uma cirurgia para aliviar seus sintomas.

O tratamento com medicamentos se divide em três categorias que podem melhorar os sintomas: alguns remédios para enxaqueca, diuréticos e glaucoma. Já as cirurgias podem ser feitas para alterar a membrana do nervo óptico, ou ter relação com o líquido espinhal.

Fonte: https://www.uptodate.com/contents/idiopathic-intracranial-hypertension-pseudotumor-cerebri-prognosis-and-treatment

Compartilhe

Neurologia Geral

A Neurologia é a especialidade médica que se dedica a investigar, diagnosticar e tratar as enfermidades que podem afetar o sistema nervoso central e periférico (cérebro, cerebelo, tronco encefálico, medula espinhal e nervos). A categoria de Neurologia Geral aborda diferentes condições de saúde que se encaixam dentro de temas neurológicos. Podendo incluir problemas distintos, com gravidades e manifestações diversas.



Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Caso o comentário não trate de uma experiência pessoal, forneça referências(links) sobre qualquer informação médica à ser publicada.
O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *